Geral

COMJOVEM faz o Natal de crianças do Programa Viver ser mais feliz

Brinquedos arrecadados com ingresso solidário de eventos promovidos pelo Sitran Chapecó e ComJovem Chapecó, chegaram ao destino: crianças carentes. A ação social da ComJovem beneficiou o Programa Viver, entidade sem fins lucrativos que oportuniza serviço de convivência e fortalecimento de vínculos.

A coordenação da ComJovem repassou o volume arrecadado para ser distribuído às crianças atendidas pelo programa. “É uma atitude que nos deixa felizes”, disse a coordenadora da Comissão de Jovem Empresários e Executivos do Transporte Rodoviário de Cargas. Patrícia Costela manifestou agradecimentos aos empresários e executivos do setor pelas doações ofertadas “que possibilitaram um natal mais alegre a centenas de crianças”.

O Programa Viver Ações Sociais se constitui em espaço de convivência saudável, formação para a participação da cidadania, desenvolvimento do protagonismo, fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários. Atende a grupo na faixa etária de 6 a 15 anos. Conta com turno escolar para 150 crianças e adolescentes oriundos de famílias em situação de vulnerabilidade pessoal e social. 

O Viver possibilita convivência saudável e educativa, através do incentivo à participação em diversas atividades. São contempladas áreas educativas, esportivas, culturais e recreativas. Disponibiliza, ainda, acompanhamento psicossocial por assistente social e psicóloga através de 16 oficinas. 

Alimentação – Para garantir o direito básico viabilizando a segurança alimentar, o Programa Viver oferece diariamente 150 refeições aos freqüentadores do local. Além disso, fornece cestas básicas de maneira emergencial para as famílias após avaliação técnica da assistente social da entidade.

O objetivo principal do programa é a prevenção da violência e criminalidade por intermédio de oportunidades contributivas na construção de uma sociedade e um mundo mais justo e humano.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios