DestaqueEconomia

Resgate no Tesouro Direto supera investimento em R$ 126,39 milhões

Os investimentos em títulos do Tesouro Direto, em agosto, chegaram a R$ 1,98 bilhão, enquanto os resgates foram de R$ 2,10 bilhões, sendo R$ 1,95 bilhão em recompras e R$ 149,31 milhões em vencimentos, com resgate líquido de R$ 126,39 milhões, informou nesta terça (25), a Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Economia.

Segundo a secretaria, os resultados de agosto mostram que o pequeno investidor continua ampliando a sua participação no programa. As aplicações de até R$ 1 mil representaram 67,46% das operações de investimento no mês. Esse foi o maior percentual da série histórica, superando o recorde registrado em março de 2019, de 65,05%. O valor médio por operação foi o menor da série histórica, de R$ 4.428,02.

Os títulos mais demandados pelos investidores foram os títulos indexados à taxa Selic, o Tesouro Selic, que totalizaram R$ 986,74 milhões, representando 49,96% das vendas. Os títulos indexados à inflação, o Tesouro IPCA+ e o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais, somaram, em vendas, R$ 619,75 milhões, e corresponderam a 31,38% do total, enquanto os títulos de prefixados, o Tesouro Prefixado e o Tesouro Prefixado com Juros Semestrais, totalizaram R$ 368,61 milhões em vendas, ou 18,66% do total.

Nas recompras, predominaram os títulos indexados à taxa Selic, que somaram R$ 1,07 bilhão (54,81%). Os títulos remunerados por índices de preços (Tesouro IPCA+, Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais e Tesouro IGPM+ com Juros Semestrais) totalizaram R$ 617,78 milhões (31,64%), os prefixados, R$ 264,51 milhões (13,55%).

Quanto ao prazo, a maior parcela de vendas se concentrou nos títulos com vencimento entre 5 e 10 anos, que alcançaram 67,87% do total. Em seguida, as aplicações em títulos com vencimento acima de 10 anos representaram 19,29%, enquanto os títulos com vencimento de 1 a 5 anos corresponderam a 12,84% do total.

Estoque

Em agosto de 2019, o estoque do programa fechou em R$ 58,13 bilhões, um crescimento de 0,56% em relação ao mês anterior, de R$ 57,81 bilhões.

Os títulos remunerados por índices de preços se mantêm como os mais representativos do estoque, somando R$ 27,88 bilhões, ou 47,95% do total. Na sequência, vêm os títulos indexados à taxa Selic, totalizando R$ 20,03 bilhões (34,45%), e os títulos prefixados, que somaram R$ 10,23 bilhões, com 17,60% do total.

Base de investidores

Em agosto de 2019, o total de investidores ativos no Tesouro Direto, isto é, aqueles que atualmente estão com saldo em aplicações no programa, atingiu a marca de 1.130.058 pessoas. No mês passado, 20.695 investidores tornaram-se ativos, um crescimento de 1,87% em relação ao mês anterior. Já o número de investidores cadastrados no programa cresceu em 224.395, ou 4,90% na comparação com julho, chegando a 4.803.310 pessoas. (Fonte Agência Brasil).

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios