Destaque

É LEI: Proibido o corte de água, esgoto, luz e gás em SC

A lei que proíbe o corte no fornecimento de água, luz, esgoto e gás em Santa Catarina, devido a pandemia do novo coronavírus e pela crise econômica instalada no Estado, foi sancionada pelo governador Carlos Moisés e publicada com o número 17.933. Pela regra, fica proibido o corte no fornecimento até 31 de dezembro.

A proposta inicial, foi apresentada pelo deputado Altair Silva, e apensada a outros dois projetos com teor semelhante apresentados na ALESC. As proposições foram reunidas no PL 51/2020, que teve sua redação final, na forma de emenda substitutiva global, aprovada em sessão virtual ainda no dia 25 de março. “Não queremos ainda mais prejuízos para as famílias e as empresas catarinenses. Já se somam mais de 148 mil desempregos no Estado, o comércio permaneceu fechado por vários dias, e sabemos que as pessoas terão dificuldades para efetuar esses pagamentos, que são serviços essenciais para a higiene pessoal e dos locais, por isso comemoramos hoje essa proposição sancionada”, comentou Altair.

O texto aprovado na Assembleia Legislativa e agora sancionado, permitiu também a suspensão da cobrança das contas de março e abril de 2020 dos mesmos serviços – água, esgoto, luz e gás-, para serem cobradas em 12 parcelas sem juros, encargos ou multa, a partir de maio.  (Por Maurício Biondo/Assessoria).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/LghOsEwYAqyI6U64hKIOjs

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios