DestaqueEsportes

CLASSIFICADAS: Chape Vôlei encerra chave em 1° na Superliga

A Associação Chapecoense de Voleibol/PMC/Chape/Unochapecó está classificada para a Superliga B. Após vencer a Blu Vôlei neste sábado (5), em um emocionante 3 x 2 disputado no Ginásio Ivo Silveira, a equipe conquistou o primeiro lugar da chave e garantiu a vaga para a divisão B, que acontece em Janeiro de 2020.
A competição foi de alto nível e as quatro equipes buscaram se impor, o que proporcionou grandes jogos ao torcedor chapecoense, que compareceu em peso aos jogos. A estreia da ACV/PMC/Chape/Uno foi na quinta-feira (3), contra o Aero Clube/RN. Mesmo com as dificuldades impostas pelas adversárias, as meninas de Chapecó equilibraram a partida e venceram por 3 x 0 (25/23, 26/24 e 25/22). O duelo da segunda rodada foi diante do Mackenzie (MG), equipe que tentou propor o jogo e chegou a vencer o primeiro set, mas a rápida organização das chapecoenses falou mais alto novamente. A partida encerrou em 3 x 1 (14/25, 25/18, 25/21 e 25/22).
A rodada final foi marcada pelo clássico catarinense entre Chapecó e Blumenau, ambas com duas vitórias, em duelo que reservava a classificação à Superliga B ao vencedor. As duas equipes, como não poderia ser diferente, deram o melhor de si e fizeram um jogo de alto nível. As meninas da ACV/PMC/Chape/Uno buscaram o controle da partida e venceram os dois primeiros sets, mas a Blu Vôlei revidou vencendo o terceiro e quarto sets. A partida foi decidida no tie-break, com vitória da Chape Vôlei(25/20, 25/23, 22/25, 13/25 e 15/9).
Para o técnico Michel Guimarães, o equilíbrio entre as equipes competidoras deu o tom da Superliga C e aumentou ainda mais a responsabilidade diante do torcedor. “Foi muito difícil. Das três chaves, a nossa era a mais difícil. O público compareceu, nos apoiou até o fim, sofreu conosco, e ainda bem que foi assim, pois a gente precisou dessa força. O povo chapecoense adora voleibol e merece ter um projeto na Superliga B”, garante.
O professor também explica que o clube volta seus esforços, desde já, para suprir as necessidades do certame. “O primeiro passo para a Superliga B é ir atrás de recursos. Nós temos a vaga, mas precisamos de grandes recursos financeiros para jogar. É muito importante que a ACV jogue a Superliga B, temos atletas de muito bom nível, e sem jogar vamos acabar perdendo essas atletas e enfraquecer nossa equipe para os Jogos Abertos, que é uma competição que a gente preza muito e tem tradição. Estando na B, nossas atletas não precisam sair daqui para disputar um nacional”, afirma Guimarães.
O acesso à Superliga B, segundo o técnico, também permite sonhar em repetir os feitos lendários da Associação Chapecoense de Futebol, que é apoiadora do projeto em 2019. “Tendo capital para a Superliga B, vamos fortalecer algumas posições, e o torcedor pode com certeza esperar uma equipe muito, muito competitiva. Nossa equipe briga, e quem sabe poderemos repetir o feito da Chapecoense no futebol, partindo diretamente da C pra B e da B pra A”, finaliza.
TABELA DE JOGOS

03/10 – BluVôlei 3 x 0 Mackenzie
03/10 – Chape Vôlei 3 x 0 Aero Clube
04/10 – BluVôlei 3 x 1 Aero Clube
04/10 – Chape Vôlei 3 x 1 Mackenzie
05/10 – Mackenzie 0 x 3 Aero Clube
05/10 – Chape Vôlei 3 x 2 BluVôlei

CATARINENSE

Já no próximo final de semana, a equipe adulta da ACV/PMC/Chape/Uno volta a entrar em quadra, desta vez pela decisão do Campeonato Catarinense. A rodada será realizada em Chapecó, também no Ginásio Ivo Silveira.
No sábado (12), às 16h, enfrentam-se Blu Vôlei e Balneário Camboriú. A seguir, às 18h, a Chape Vôlei encara a ADV/Jaraguá do Sul. Já no domingo (13), acontecem os cruzamentos entre perdedores e vencedores: às 16h, acontece a decisão de terceiro lugar, e às 18h a grande final estadual.
Na primeira etapa, realizada em Blumenau entre os dias 20, 21 e 22 de setembro, a Chape Vôlei venceu seus quatro jogos e lidera a classificação, com 12 sets pró e apenas quatro sets contra.
Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios