GeralTecnologia

ARTIGO: Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ é o futuro da nossa região

Há algum tempo colocamos em prática temas que envolvem inovação e empreendedorismo dentro da Unochapecó, porque acreditamos que são dois pontos fundamentais para o futuro não só da nossa Instituição, mas de toda a comunidade regional. Agora, mais do que nunca, temos mais motivos para isso, afinal, eis que receberemos o nosso tão sonhado Centro de Inovação Tecnológica de Chapecó – Prefeito Ledônio Faustino Migliorini, que é o prédio 01 do nosso Parque Científico e Tecnológico Chapecó@. O projeto representa um novo passo na história da Unochapecó, e, principalmente, de toda a região, que terá um local específico para colocar as ideias em prática e encontrar soluções para os problemas que nossa sociedade tanto precisa.

Mas, para chegar a este momento, é importante lembrar como tudo começou. Ainda em 2007, no antigo Centro Tecnológico da Unochapecó, se gestou um pensamento de constituir um Parque Tecnológico em Chapecó. O planejamento seguiu ao longo dos anos, e estivemos inclusive com o governo de Santa Catarina em missão a Barcelona para nos prepararmos. Algum tempo depois, o Centro de Inovação Tecnológica de Chapecó, um dos vários idealizados em Santa Catarina pelo Governo do Estado para promover e dar suporte ao empreendedorismo inovador, ajudando a criar e expandir negócios inovadores, se torna uma realidade. Conceitualmente, trata-se de um projeto que tem origem na tríplice-hélice, pois conta com o envolvimento do poder público, empresas e instituições de ensino. 

Em Chapecó, a construção do prédio iniciou ainda em 2014, e desde lá muitos foram os desafios para que a obra fosse finalizada. A edificação, situada na grande Efapi, foi construída em um terreno doado à prefeitura de Chapecó pela mantenedora da Unochapecó, a Fundeste. Além destas instituições citadas, são parceiras deste grande projeto a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic) e a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável de Santa Catarina. Todos unidos em busca de um objetivo comum. 

Ter esta obra finalizada e poder enfim abrir o espaço para a ocupação e utilização é motivo para comemorarmos. Todo esse processo em que já estamos trabalhando, que envolve inovação, tecnologia e empreendedorismo, precisa de um espaço físico que possa servir como catalisador das ideias, dos interesses, dos novos negócios e das novas startups que se constituem na universidade. A Unochapecó, enquanto gestora do Parque Chapecó@, terá mais uma vez o papel de pioneirismo no desenvolvimento regional, cumprindo a missão para a qual foi criada há 50 anos pela comunidade.  

A Universidade, recentemente, assinou o termo de concessão de uso de bem imóvel do espaço,o que significa que a Unochapecó pode dar encaminhamento para os trabalhos do Parque pelos próximos 20 anos. Além disso, está disponível um edital para as empresas que desejarem constituir seus projetos dentro deste espaço, empresas que queiram iniciar um novo produto ou ainda empresas nascentes. A partir daí, com a ocupação do local, iniciamos um novo momento de fomento à inovação e empreendedorismo, fortalecendo o desenvolvimento econômico, social e ambiental de toda nossa região.

O passo que damos agora é muito importante para a consolidação do ecossistema regional de inovação. As áreas de tecnologia, inovação e empreendedorismo no Oeste catarinense, que já são destaque, passam a ganhar ainda mais força com essa entrega. Podemos afirmar, com certeza, que um novo momento está se constituindo para os próximos anos, pois o futuro promissor da nossa região receberá um mecanismo mais do que importante. Passa pelo Parque Científico e Tecnológico Chapecó@, o fortalecimento de novas matrizes produtivas, a edificação de uma cultura empreendedora e inovadora, e mais que isso, o surgimento de negócios inovadores para construir um futuro melhor para nossa região. 

Claudio Jacoski – Reitor da Unochapecó

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios