DestaqueEconomia

Mercoagro promove webinar sobre o mercado mundial da carne com o presidente da ABPA

O agronegócio brasileiro não parou durante a pandemia. Sua força para o País e para o mundo ficou ainda mais evidente nos números recordes de exportação neste ano. Esse tema estará em evidência no webinar “O mercado mundial da carne”, na sexta (16), às 11h. O tema será abordado pelo presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin, com mediação do jornalista Marcos Bedin. O bate-papo é promovido pela Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne (Mercoagro) e a transmissão será ao vivo pelo canal oficial da Mercoagro no Youtube.

Em mais de seis décadas, a agroindústria brasileira vem desenvolvendo um produto de alta qualidade no mercado mundial. “Em meio à forte tempestade que vivenciamos em 2020, ficou provado, de forma incontestável, o valor do agro brasileiro para o país e para o mundo.  Por um lado, garantiu oferta de alimentos para os brasileiros, além de apoiar a segurança alimentar de nações nos cinco continentes.  Por outro, foi um dos raros setores que ampliaram a oferta de empregos em plena crise, como ocorreu com a avicultura e a suinocultura.  O Brasil é um país urbano, mas sua força maior está no campo”, enfatiza Santin.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

O gerente do projeto Mercoagro, Nadir José Cervelin, assinala que o webinar trará um tema atual e de relevância para o público da feira, especialmente para expositores e futuros visitantes. “Além da exposição-feira em si, que apresenta inovações e novidades do mercado mundial da carne, a feira oferece uma extensa programação científica que constitui-se em oportunidade de obtenção e difusão de conhecimentos, transformando-se em um diferencial no aprimoramento de profissionais dos mais diversos setores. Agora, também disponibilizará uma série de webinars que possibilitarão disseminar conhecimentos, iniciando com a explanação do presidente da ABPA”.

Sobre Ricardo Santin

Natural de Marau, Ricardo Santin é formado em Direito, especialista em Processo Civil e mestre em Ciências Políticas. Atuou como advogado e professor universitário. Entre 1994 e 1997, ocupou o cargo de chefe de gabinete da Companhia Nacional de Abastecimento. Em seguida, foi assessor do ministro Francisco Turra no Ministério da Agricultura, presidente do Conselho de Administração da CEAGESP e membro do Conselho de Administração da CEASA-MG.

Voltou ao Rio Grande do Sul e, entre outras experiências, foi assessor no Banco Nacional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). A partir de 2008, passou a integrar a Associação Brasileira de Exportadores de Frango (ABEF). No início acumulava as funções de diretor-executivo e diretor de mercado da instituição que veio a se transformar, anos depois, na Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Santin teve participação decisiva nos avanços dos setores de aves e suínos nos últimos 12 anos. Como diretor de mercados e diretor-executivo da ABPA, visitou dezenas países em busca de novas oportunidades para as exportações brasileiras. Esteve à frente das ações internacionais e de mercado interno durante a gestão de Francisco Turra na associação. Ele liderou o setor durante a greve dos caminhoneiros, em 2018, e foi o idealizador da estratégia setorial de fortalecimento das exportações.

Ricardo Santin assumiu a presidência da ABPA no dia 19 de agosto. Ao lado de Turra, está há 12 anos na associação e nesse período adquiriu grande reconhecimento do setor e foi um dos grandes responsáveis pela conquista de novos mercados e crescimento no número de negócios. Ele acumula a função de presidente da ABPA com a vice-presidência do International Poultry Council (IPC) e, ainda, os cargos de presidente no Instituto Ovos Brasil e na Câmara Setorial de Aves e de Suínos do Ministério da Agricultura.

Sobre a ABPA

A ABPA é a representação político-institucional da avicultura e da suinocultura do Brasil. Congrega mais de 140 empresas e entidades dos vários elos da avicultura e da suinocultura do País, responsáveis por uma pauta exportadora superior a US$ 8 bilhões. Sob a tutela da ABPA está a gestão, em parceria com a Apex-Brasil, das quatro marcas setoriais das exportações brasileiras de aves, ovos e suínos: Brazilian Chicken, Brazilian Egg, Brazilian Breeders e Brazilian Pork.

Por meio de suas marcas setoriais, a ABPA promove ações especiais em mercados-alvo e divulga os diferenciais dos produtos avícolas e suinícolas do Brasil – como a qualidade, o status sanitário e a sustentabilidade da produção – e fomenta novos negócios para a cadeia exportadora de ovos, de material genético, de carne de frangos e de suínos

Mercoagro

A 13ª Mercoagro está programada para o período de 16 a 19 de março de 2021, no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó (SC). Contará com 231 estandes, mais de 400 marcas representadas, entre 15 mil e 20 mil visitantes/compradores e previsão de negócios de US$ 200 milhões de dólares.

A feira é promovida e organizada pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), com patrocínio da Aurora Alimentos, BRDE, Unimed Chapecó e Sicredi, parceria da Prefeitura de Chapecó e apoio do Nucleovet, Abrafrigo, Facisc, Unoesc, Embrapa, Sincravesc, Asgav/Ovos RS, Chapecó e Região Convention & Visitors Bureau, ABPA, Sihrbasc, Fiesc, Senai, Sesi, Unochapecó, Sebrae, Safetrading e Sicoob. A comercialização é da Enterprise Feiras e Eventos. Mídia oficial: revistas Agro & Negócios, Frigonews e Mais Carne. (MB Comunicação).

Mais informações no site www.mercoagro.com.br.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios