Esportes

Umberto Louzer deixa a Chape e acerta com Cruzeiro

O Cruzeiro está a poucas horas de confirmar o nome de seu novo técnico, segundo apurou a ESPN. Será Umberto Louzer, que interrompe o trabalho na Chapecoense, 3ª colocada da Série B, para assumir a Raposa, vice-lanterna no mesmo campeonato.

Os detalhes do acordo entre clube e treinador estão acertados e serão colocados no papel nesta quarta (14).

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Em seguida, Umberto viaja a Atibaia para se encontrar com a delegação cruzeirense, assinar contrato até o fim da Série B e iniciar uma nova etapa na carreira.

Aos 40 anos, Louzer é um ex-volante que começou a carreira como técnico em 2017, no Paulista, de Jundiaí.

No ano seguinte, assumiu o Guarani, time pelo qual conquistou o título da Série A2 do Campeonato Paulista, que devolveu o clube de Campinas à elite do futebol de São Paulo.

Umberto também teve rápidas passagens por Vila Nova e Coritiba, em 2019, até assumir a Chapecoense, em 2020.

No clube catarinense, foi campeão estadual e trabalhou em 23 jogos: 14 vitórias, sete empates e duas derrotas, aproveitamento de 71%.

Ele chega à Toca da Raposa como o quarto treinador diferente só nesta temporada. Antes dele, passaram pelo clube Adilson Batista, Enderson Moreira e Ney Franco, demitido após apenas sete jogos no clube.

O grande desafio de Umberto será reabilitar o Cruzeiro, que ostenta a segunda pior campanha da Série B, com 12 pontos, acima apenas do Oeste.

A chance de voltar à Série A é pequena, segundo os matemáticos, mas o clube mantém o foco de conquistar o acesso para retornar à elite no ano de seu centenário.

A estreia no Cruzeiro provavelmente acontece na sexta, às 21h30, no Mineirão, contra o Juventude. (Fonte ESPN).

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios