Blogs e ColunasPolítica

COLUNA EDER BOARO: “Precisamos proteger Paulo Guedes”

Paulo Guedes já se destacava em 1989 quando ajudou a elaborar o plano de governo do então candidato Afif Domingos na disputa presidencial. Hoje, o Posto Ipiranga do presidente da República, como ficou conhecido após Jair Bolsonaro dizer que o que não soubesse perguntaria ao Ministro da Economia, demonstra que essas décadas de estudo sobre liberalismo econômico e a realidade brasileira estão trazendo avanços significativos ao país. Depois da aprovação da Nova Previdência e a preparação do terreno para privatizações, que geraram segurança aos investidores, Paulo Guedes enviou ao Congresso Nacional uma reforma administrativa e federativa que, se aprovada, vai alavancar ainda mais o desenvolvimento do Brasil.

Uma das metas é eliminar os municípios com até 5 mil habitantes e que não atinjam 10% de arrecadação própria, incorporando-os aos seus municípios de origem. Atualmente, cerca de 1.130 localidades estão nesse patamar, dependendo do Fundo de Participação dos Municípios. Se fizermos uma conta rápida, serão extintos mais de 10 mil vereadores e aproximadamente 6 mil secretários municipais que, juntos com toda a estrutura administrativa atual, custam mais de R$ 500 milhões ao ano. Outro aspecto que vai causar impacto é a redistribuição do bolo tributário que dividirá, de modo diferente do atual, os recursos arrecadados com impostos, permitindo que uma parte maior desse dinheiro fique com Estados e Municípios. Essa ação vai ao encontro de um desejo antigo de muitos brasileiros que querem ter o controle dessas verbas mais perto de si e também diminui o custo que hoje se tem com caravanas indo até Brasília pedir verbas para obras locais. A velha frase “Mais Brasil, menos Brasília” começa a ser aplicada.

Visto que muitos deputados contam com esses vereadores para captar votos, sabemos que essas propostas vão encontrar grandes resistências, o que levará o governo a ceder em alguns pontos, porém, temos que estar vigilantes para essa proposta não ser desidratada de tal maneira que perca sua função de reorganizar o país. Após as aprovações desses textos, criar-se-á mais oportunidades com maior liberdade econômica e a diminuição da burocracia que tanto atrasa o Brasil. Entretanto, para chegarmos a esse objetivo, precisamos estar atentos, pois a máquina de destruir reputações está ligada e, com os dados positivos desse governo, a tendência é que logo encontrem Paulo Guedes para ser a vítima da vez…

Eder Boaro é Instrutor Master Mind e colunista político

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios