Política

Ciclone em SC: Criado projeto de apoio à recuperação da infraestrutura rural e pesqueira

Os produtores rurais e pescadores de Santa Catarina contarão com o apoio do Governo do Estado para recuperação de infraestruturas danificadas após a passagem do ciclone no dia 30 de junho. O Projeto Recupera-SC – Menos Juros irá destinar R$ 3,6 milhões em oito anos para subvenção aos juros de financiamentos contraídos para reconstrução de sistemas produtivos. A medida possibilitará investimentos de R$ 20 milhões no meio rural e pesqueiro catarinense.

“Após a passagem do ciclone, o Governo do Estado não mediu esforços para contabilizar os estragos e buscar recursos para a reconstrução dos locais atingidos. Estamos trabalhando para recuperação de casas, escolas e da cadeia produtiva do estado, bastante prejudicada com o fenômeno”, ressalta o governador Carlos Moisés.

O Projeto foi aprovado pelo Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural (Cederural) nesta quinta-feira,9, durante reunião por videoconferência envolvendo lideranças do setor produtivo catarinense.

Receba Notícias no seu WhatasApp
https://chat.whatsapp.com/J4WlEehakUP9cOsnsHJ4Ng
🤳

“O Projeto Recupera-SC – Menos Juros é uma forma de ajudar os produtores rurais e pescadores para que eles possam se recuperar após todo prejuízo causado pelo ciclone. Com esse projeto, quem se enquadrar no Pronaf e financiar em até oito anos terá financiamentos a juro zero, o que traz um apoio importante para que o setor produtivo siga em frente e se fortaleça”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa.

Como funcionará o Recupera-SC – Menos Juros

Os produtores rurais e pescadores poderão contrair financiamentos junto aos agentes bancários, num limite de R$ 40 mil e com prazo de até oito anos para pagar. A Secretaria da Agricultura pagará os juros do investimento em até 4% ao ano.

Poderão ser apoiados projetos de investimentos na recuperação dos sistemas produtivos afetados pelo ciclone, incluindo benfeitorias, embarcações, máquinas e equipamentos danificados.

Para participar do Projeto, os produtores rurais e pescadores devem ter renda bruta anual de até R$ 415 mil e morar nos municípios afetados pelo ciclone, listados no Decreto Estadual nº 700/2000.

Renegociação dos contratos de financiamento do FDR

A Secretaria da Agricultura anuncia ainda outra medida de apoio aos pescadores e agricultores que tiveram perdas devido ao evento climático. Os financiamentos via Fundo Estadual de Desenvolvimento Rural (FDR) poderão ter alterações no vencimento das parcelas.

Os interessados em ter o benefício da prorrogação devem fazer a solicitação junto ao escritório da Epagri do seu município até o dia 29 de agosto de 2020. As parcelas do financiamento que venceriam em 2020 poderão ser prorrogadas e acrescidas ao final do contrato, assim os produtores podem concentrar seus esforços e recursos na reconstrução das estruturas danificadas.

Prejuízos no meio rural e pesqueiro

O Governo do Estado segue contabilizando os danos provocados pelo ciclone que atingiu o território catarinense na última semana. Dos 256 municípios atingidos, 237 já relataram prejuízos no Sistema de Informação de Desastres (S2ID). As cifras até o momento ultrapassam R$ 682 milhões. Dados preliminares apontam que agricultura contabilizou perdas na ordem de R$ 322,5 milhões.

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios