Destaque

Pequenos municípios do Oeste recebem verbas das penas pecuniárias para combater Covid

O juiz Rodrigo Climaco José, da comarca de Itá, determinou o repasse total de R$ 19.189,85 para o fundo municipal de Itá e Paial, que compõem aquela unidade jurisdicional. O valor será dividido conforme a proporção habitacional dos municípios. Itá receberá 15.351,88, enquanto Paial fará jus a R$ 3.837,97. Os recursos serão destinados ao combate à pandemia da Covid-19, que tem se agravado em toda a região Oeste. O repasse também foi aprovado pelo Ministério Público.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

O juiz Rodrigo Climaco salientou que a pandemia tem sobrecarregado o sistema de saúde, especialmente com o retorno do aumento de casos na região e no Brasil inteiro após o final do ano passado. O valor também tem como objetivo mitigar a ausência de recursos médicos diante de eventual aumento no número de casos a serem tratados no âmbito hospitalar.

O magistrado pontuou ainda que os prefeitos da região da Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense (Amauc) solicitaram abertamente ao Governo do Estado a ampliação de leitos para tratamento de pacientes diagnosticados com coronavírus, em clara demonstração de que persiste a situação grave na região.

As entidades beneficiárias deverão prestar contas do efetivo emprego dos valores no prazo de 120 dias, a contar do recebimento das verbas (Processo Administrativo n. 0000091-39.2018.8.24.0124/SC). Assessoria de Imprensa/NCI

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios