DestaquePolícia

Mais um crime motivado por ciúmes vai a júri em Chapecó

A sessão no Tribunal do Júri da comarca de Chapecó nesta sexta (8) inicia às 13h30. Um homem irá a julgamento por homicídio qualificado por motivo torpe. De acordo com a denúncia, o acusado não aceitava o fim do relacionamento e invadiu a casa da ex-companheira, no bairro Efapi, onde morava com outro homem. O novo companheiro dela foi atingido com golpes de faca e facão na região do tórax.

O crime aconteceu por volta de 11h10 do dia 30 de dezembro de 2017. Ameaças por ligações telefônicas e mensagens no celular já vinham acontecendo há 15 dias. O acusado também teria publicado, em uma rede social, a intenção de assassinar a vítima.

Júri do dia 1º

O último júri popular na comarca, realizado no último dia 1º, condenou um dos réus a ​13 anos e quatro meses de prisão no regime fechado. A vítima teve um relacionamento com a mãe do acusado. O conselho de sentença reconheceu o fato dela estar grávida na época do crime e, portanto, a criança ficou órfã de pai.

O outro réu foi sentenciado a sete anos de prisão e, por estar preso desde o crime, cumprirá o restante da pena em regime semiaberto. Os dois tiveram negado o direito de recorrer em liberdade.

​O crime aconteceu na madrugada do dia 27 de maio de 2017, no Parque das Palmeiras, antigo “lixão” municipal. A vítima foi atingida com golpes de facão quando abriu a porta de casa para os agressores. O motivo seriam desavenças entre a vítima e as famílias dos acusados.​​ (Informações Núcleo de Comunicação Institucional/Oeste). 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios