FINANÇAS PESSOAIS: Karini Reckziegel Paranhos

Como os hormônios femininos interferem nos investimentos.

As mulheres são diferentes dos homens nos mais diversos aspectos, tanto por questões culturais quanto sociais. São os hormônios femininos que as distinguem na hora de lidar com o dinheiro, principalmente no momento de investir.

A vida de uma mulher é feita de fases. Tem períodos que a mulher se sente mais segura e outros nem tanto. O sexto sentido das mulheres é apuradíssimo, enxergam as coisas de uma forma mais abrangente e tem visão de longo prazo envolvendo um todo. Devido a isso a mulher entende melhor os eventos do mercado num âmbito geral e sabe como ninguém tirar proveito dos mesmos.

Os hormônios femininos com suas costumeiras alterações de humor sendo conhecidas por TPM podem afetar os investimentos, deixando as com maior disposição ao risco. Nessa hora a mulher precisa se conhecer bem para dar uma repensada antes de tomar atitudes que poderá se arrepender logo ali. Na fase da TPM onde o impulso e a ansiedade aumentam a vontade consumista deixando as mais vulneráveis a maiores gastos é que precisam redobrar sua atenção quanto a gastos supérfluos.

Dependendo da quantidade de determinado hormônio no seu organismo, a mulher investe de maneira mais arriscada ou moderada. Esta proporção é definida de acordo com sua idade e com o tempo que tem para recuperar a perda, caso o investimento não saia da maneira planejada.

Geralmente dos 18 aos 30 anos com seus altos níveis de estrogênio, progesterona e testosterona investem com mais ousadia, pois tem a vida a seu favor para corrigir possíveis investimentos errôneos. Dos 30 aos 40 é a vez dos altos níveis de progesterona e estrogênio onde a opção de investimentos é de risco alto a moderado, elas ainda tem tempo e visam crescer economicamente. Dos 40 aos 60 começa a variação constante de estrogênio, progesterona e testosterona onde a tolerância ao risco é de moderada a baixa, não arriscando seu patrimônio. Acima dos 60 anos onde os níveis são baixos em Estrogênio, Testosterona e Oxitocina, optam por investimentos de baixo risco, preferindo ter menos lucratividade nos seus investimentos e manter seu patrimônio sólido.

A mulher atual tem liberdade de escolha podendo optar por exercer um ou mais papéis na sociedade. Elas são uma força da natureza, devem ser reverenciadas pelas suas performances. Muitas delas são mães, donas de casa, carinhosas como os seus, bem cuidadas, bonitas e muitas possuem ambições milionárias se lançando em investimentos por vezes arriscados para obter lucros altos. Grande parte delas empreendedoras desejando ter sua vida financeira independente.