Polícia

Dois condenados e um absolvido em júris no Oeste e Extremo-Oeste

A sexta (22) foi de júris populares no Oeste e Extremo-Oeste de Santa Catarina. No fórum de Chapecó, o réu foi condenado a sete anos e um mês de reclusão, em regime fechado, pelo homicídio de um usuário de crack que não quis dividir a droga com o acusado. O agressor teve negado o direito de recorrer em liberdade. O crime aconteceu em 2 de maio de 2018. Segundo testemunhas, o acusado derrubou a vítima com um golpe na cabeça usando um pedaço de madeira. Em seguida desferiu golpes de faca. Ele estava preso preventivamente desde o crime.

No fórum da comarca de São Miguel do Oeste, a semana também encerrou com júri popular. O crime em questão foi o homicídio de um homem no dia 31 de julho de 1998, no distrito de Grápia, interior de Paraíso. Os acusados, pai e filho, atacaram a vítima na saída de um bar por desavenças antigas. Um golpe de faca no lado direito do pescoço tirou a vida do homem. Os dois fugiram. Em 2018, 20 anos depois, o filho foi encontrado. Nesta sexta-feira, ele foi absolvido pelos jurados que entenderam que não havia provas suficientes da autoria do crime. Familiares informaram que o outro acusado, que desferiu o golpe de faca, faleceu no Paraguai. No entanto, até o momento não foi apresentado atestado de óbito e por isso ainda é considerado foragido.

Na última quarta (20), o júri realizado no fórum da comarca de Campo Erê condenou um homem a 15 anos e oito meses de reclusão, em regime fechado. Ele estava preso preventivamente desde o crime ocorrido em 5 de dezembro de 2016, no pátio de um posto de combustíveis, em uma das saídas da cidade. De acordo com a denúncia, a vítima beijou a esposa do agressor em um bar. Mais tarde, o acusado, um adolescente e outro homem surpreenderam a vítima. Um golpe de facão decepou o braço do homem que foi socorrido e sobreviveu.

Quer receber Notícias como esta no seu WhatasApp?
Clique no link: https://chat.whatsapp.com/IqM6dk1CKP9BPRhRZlDv3E 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios