Destaque

Chapecó gerou mais empregos em seis meses consecutivos

Pela sexta vez consecutiva Chapecó apresentou em novembro resultado positivo no número de empregos, com 1.156 novas vagas. O município manteve, assim, o processo de recuperação econômica. Os dados são coletados pelo Sicom Pesquisas mensalmente em relatórios do Novo Caged, que os disponibiliza até 30 dias após o fechamento do mês base.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Com total de 4.237 admissões e 3.081 demissões em novembro, Chapecó registrou o número de 86.271 empregos formais, com aumento de 1,36% em relação a outubro. Todos os setores apresentaram saldo positivo no município, entre eles o comércio, que alcançou o maior saldo, alavancado pelos empregos temporários de fim de ano. O setor teve saldo positivo de 451 novos empregos, com 1.240 admissões e 789 desligamentos, e fechou novembro com total de 19.580 empregos formais e variação positiva de 2,36%.

A indústria aparece com o segundo maior saldo em novembro, com 398 novos empregos gerados. Já o setor de serviços é o terceiro com 275 novas vagas.

Municípios e Estado

Nos municípios de abrangência do Sicom, excluindo Chapecó que possui maior população, as cidades que apresentaram maiores saldos positivos foram, Pinhalzinho, com 88, Saudades com 83, Xaxim com 74, Palmitos com 51 e Quilombo com 35. Houve também municípios apresentando saldos negativos no mês de novembro: Arvoredo (12), Santiago do Sul (3), Marema (1) e Águas de Chapecó (1).

A exemplo de Chapecó, em nível estadual o saldo de empregos também foi positivo em novembro, em Santa Catarina foram 33.004 novos empregos, sendo 11.997 do setor de serviços, seguido pelo comércio com 11.790, a indústria aparece em terceiro lugar com saldo de 8.154 novos empregos.

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios