Destaque

CPI deve encaminhar perguntas ao governador nesta quarta

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Respiradores, deputado Ivan Naatz (PL), afirmou durante reunião na tarde desta terça (7) que deve encaminhar ainda nesta quarta (8) as perguntas dos membros da comissão para o governador Carlos Moisés da Silva referentes à investigação da compra dos 200 respiradores artificiais com pagamento antecipado. Conforme o presidente da comissão, deputado Sargento Lima (PSL), a Casa Civil do Governo do Estado encaminhou à CPI ofício no qual indica que Moisés quer se manifestar de forma escrita.

No dia 9 de junho, os deputados haviam aprovado requerimento com a oitiva do governador, mas a Procuradoria Jurídica da Alesc informou que Moisés poderia optar pela maneira como gostaria de ser ouvido. A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) já havia se manifestado que o chefe do Poder Executivo, por suas prerrogativas, não poderia ser convocado pela CPI, podendo prestar informações apenas por escrito.

Ainda na reunião desta terça, os membros da comissão, por solicitação de Naatz, dispensaram a oitiva de Vanderlei Vanderlino Vidal, ex-superintendente de gestão administrativa da Secretaria de Estado da Saúde (SES). O relator entendeu que a testemunha, que deporia nesta terça, havia permanecido pouco tempo no cargo e que seu depoimento pouco acrescentaria à investigação.

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios