Destaque

Auxílio emergencial injeta R$ 20 bi no comércio por pagamento digital

O auxílio emergencial de R$ 600 já injetou quase R$ 20 bilhões diretamente no comércio em compras por pagamento digital. Foram R$ 16,4 bilhões por débito virtual e R$ 3,5 bilhões por QR code, por meio de aplicativo, registrados até a última quinta (13), de acordo com a Caixa Econômica Federal.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Só em um único dia, em 31 de julho, por exemplo, foram gastos R$ 444,3 milhões em compras virtuais, em mais de 3 milhões de estabelecimentos no país. Os beneficiários têm utilizado o aplicativo Caixa Tem como cartão de débito normal, com o QR code passando nas maquinhas de pagamento ou como cartão virtual em compras via intenet.

Mas o impacto do auxílio emergencial no varejo deve reduzir pela metade as perdas previstas no início da pandemia de coronavírus. Segundo estudo da FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), as estimativas de perdas para 2020 projetadas no início da quarentena foram reduzidas de -13,8% para -6,7%.

O levantamento mostra que, dos R$ 210 bilhões previstos para as cinco parcelas do benefício, 79% irão para o varejo, aproximadamente R$ 170 bilhões na compra direta de produtos essenciais, como alimentos e remédios. Supermercados e farmárcias são os setores mais beneficiados. (Fonte R7).

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios