Blogs e ColunasDestaque

ARTIGO: A conta do coronavírus

Mario Cezar de Aguiar, presidente da FIESC

O país e o mundo vivem um momento sem precedentes, comparável  a uma guerra, que precisamos vencer todos juntos, para preservar vidas. As medidas tomadas pelo poder público para reduzir a propagação do coronavírus, contudo, vão gerar perdas irreparáveis para cidadãos e empresas. Fazer frente a elas vai exigir coragem e sacrifício de todos. A conta chegou primeiro à iniciativa privada, mas o setor público e outros segmentos da sociedade também precisarão participar desse esforço.

É inerente à iniciativa privada correr riscos, mas em uma situação de excepcionalidade, como a atual, as empresas não podem suportar toda a carga sozinhas. O que vai acontecer com uma pequena empresa que teve seu faturamento zerado do dia para a noite e que precisa honrar folha de pagamento, impostos e uma infinidade de boletos? Ela pode fechar as portas com a mesma velocidade com que teve seu faturamento interrompido. Importante lembrar ainda que uma parcela enorme da economia brasileira é informal, principalmente devido ao custo do Estado.

Precisamos estar preparados e tomar medidas agora, para que quando a crise da saúde passar não se instale o caos social e tenhamos condições de superar os duríssimos impactos econômicos que se projetarão por bastante tempo. O fardo precisa ser distribuído e alguns devem ser chamados primeiro, começando pelo setor público. Não só com uma parcela de contribuição do servidor, mas também com a revisão de gastos não essenciais. É hora de rever com rigor benefícios, privilégios e despesas supérfluas. A classe política precisa ir além, redirecionando recursos para áreas essenciais. Postergar as eleições e usar o fundo partidário para enfrentar a crise da saúde faz todo o sentido. O capitalizado setor bancário brasileiro deve voltar-se ao seu objetivo mais importante, que é financiar o desenvolvimento, em condições condizentes com o atual momento.

O setor privado ainda não sabe o tamanho da conta. Mas uma certeza existe: ele vai arcar com grande parte dela e, inclusive, já começou a fazer isso. O que se espera é que a conta seja dividia com todos os setores, especialmente aqueles que tem como dever institucional servir a sociedade.

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/LghOsEwYAqyI6U64hKIOjs

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios