Polícia

Zé de Abreu é condenado a pagar R$ 20 mil ao Hospital Albert Einstein

Zé de Abreu foi condenado pela 3ª Câmera de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo a pagar R$ 20 mil ao Hospital Israelita Albert Einstein após publicar nas redes sociais comentários ofensivos à instituição. A quantia está relacionada a título de danos morais.

De acordo com os autos, o ator compartilhou mensagem alusiva ao atentado sofrido pelo presidente Jair Messias Bolsonaro, em que dizia que o ataque teria sido planejado pelo serviço de inteligência do Estado de Israel com apoio do hospital. Na ocasião do fato, após repercussão negativa do comentário, Abreu apagou a postagem.

Maria do Carmo Honório, relatora do recurso, afirmou que as palavras de Zé Abreu, que é pessoa pública, com milhares de seguidores nas redes sociais, ajudou na repercussão negativa no caso. A magistrada afirmou ainda que o artista tinha que ter tomado mais cautela em suas falas. “Em que pese a liberdade de manifestação e expressão ser garantida constitucionalmente, este direito não é absoluto ou ilimitado. Todo cidadão, ao se manifestar, deve ter em mente que eventual excesso deve ser coibido, ainda mais ao imputar falsamente fato definido como crime a quem sabe que não cometeu”, escreveu.

O desembargador Carlos Alberto Salles afirmou que Zé de Abreu “produziu verdadeira desinformação, ou seja, um conteúdo falso, disseminando-o intencionalmente ou correndo, de maneira consciente, o risco de causar danos”. (Fonte R7).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link: https://chat.whatsapp.com/J4WlEehakUP9cOsnsHJ4Ng 🤳

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios