Polícia

Vídeo mostra mãe tentando sufocar bebê de três meses

Uma mulher de 27 anos, suspeita de tentar sufocar o filho de apenas três meses em Esmeraldas, na região metropolitana de Belo Horizonte, se apresentou à Polícia Civil nesta sexta (15).

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

A agressão foi registrada pela própria suspeita em um vídeo gravado no dia 22 de janeiro. Nas imagens, ela coloca as mãos no pescoço da criança, que chora bastante. Em outro vídeo, a mulher mostra o filho chorando na cama e diz que o bebê “pode ficar chorando” enquanto ela “fuma um cigarro”.

As imagens viralizaram nas redes sociais após o ex-marido da suspeita divulgar os registros. A agressão teria sido cometida justamente em uma tentativa de chamar a atenção do homem.

VEJA O VÍDEO

 

A advogada da mulher, alegou que sua cliente tem problemas mentais, a reportagem da Record TV Minas.

Ana Fernandes se apresentou à Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente e foi encaminhada para o sistema prisional. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso e a suspeita pode responder pelo crime de tortura. Do R7

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios