Verdão bate o Figueira e está na final

A Chapecoense fez o dever de casa neste domingo diante do Figueirense. Semifinal em partida única, não tem chance de errar e apesar de um primeiro tempo de jogo aberto, quando as duas equipes tiveram oportunidades para abrir o placar, o Verdão foi muito mais ofensivo e efetivo na segunda etapa e garantiu a vaga pra final.

No mesmo horário jogaram Avaí e Criciúma, na outra semifinal, e depois do emoate no tempo regulamentar, o Avaí venceu no pênaltis, e faz a final em casa.

Mesmo sabendo que este poderia ser o último jogo do campeonato Catarinense na Arena Condá, e fazer um lindo domingo de sol, o público foi de apenas 6.994. Mas quem foi pro estádio viu um jogo equilibrado, principalmente no primeiro tempo, mas com o Figueirense um pouco superior. Porém, às chances foram desperdiçadas. Pelo menos uma dos donos da casa e duas dos visitantes.

O Verdão voltou do vestiário bem melhor e, em seis minutos, já tinha duas chances, com Aylon e Everaldo. O gol não demorou. Aos 14 minutos, Rildo cruzou da esquerda e Everaldo, de cabeça, ganhou da zaga e mandou para as redes do goleiro Dênis.

Com o placar favorável, a Chape tinha mais tranquilidade em campo e podia ter ampliado, com várias jogadas no lado esquerdo, com Bruno Pacheco e RildoR mas quando não falto capricho no cruzamento, faltou atacantes na área para complementar pro gol. Ainda deu tempo do Figueira tentar o empate, mas  o jovem goleiro Tiepo apareceu com duas belas defesas e arrancou aplausos da torcida. A apito soou pela última vez e a Chape garantiu vaga a final.

Na saída do estádio pra casa o torcedor acompanhou pelas rádios o desenrolar da outra semifinal, para conhecer o adversário da Chape, e pra saber se a final seria na Arena Condá, ou na Ressacada. Depois do  1 a 1, nos pênaltis o Leão da Ilha venceu o Tigre, e como foi o primeiro colocado na classificação geral faz a decisão em sua casa, no próximo jogo.

Fotos: Caciano Paludo/Chapecó Online