Geral

Uso de celular em excesso está prejudicando o desenvolvimento de crianças e adolescentes

Parte indispensável da rotina adulta nos dias atuais, os celulares vêm ganhando usuários cada vez mais jovens. E a incorporação dos aparelhos à vida de crianças e adolescentes traz riscos, para os quais pais e responsáveis devem estar atentos. Esse é o alerta da médica pediatra Tatiana Lemos, que falou sobre a chamada “intoxicação digital” durante participação no podcast “Sua Saúde”, produção do Conselho Regional de Medicina (CRM-SC).

Quer ficar BEM INFORMADO?⏬
👉 Clique abaixo e receba NOTÍCIAS EM SEU WHATSAPP
👉🏿Acesse nosso grupo de NEGÓCIOS/CLASSIFICADOS💰

Segundo a pediatra, a utilização precoce e em excesso do aparelho celular está prejudicando o desenvolvimento de crianças e adolescentes, e pode causar desde problemas de interação social até dificuldades motoras e atraso na linguagem. A médica foi recebida no podcast pelo presidente do CRM-SC, Eduardo Porto Ribeiro.

“Esse é um tema novo para muita gente, mas cujos sinais temos percebido na prática médica. Como crianças e adolescentes estão em formação, eles são afetados de forma mais intensa”, comentou. De acordo com Tatiana Lemos, o principal efeito negativo do uso excessivo do celular diz respeito à dificuldade de criar conexões reais e laços afetivos. A médica também citou problemas relacionados à visão, audição e até mesmo ao desenvolvimento motor.

“O conjunto de efeitos negativos dessa exposição em excesso são chamados de intoxicação digital”, diz. Ainda conforme a médica, o desafio dos pais e responsáveis é conseguir fazer com que as crianças e adolescentes utilizem o celular de forma equilibrada. Em casos onde há uso em excesso e prejuízos na rotina, ela recomenda a busca por profissionais para tratamento especializado.

Durante a conversa, ela também destacou a necessidade de buscar o diálogo e a retomada das conexões reais nos relacionamentos com os filhos, a fim de mostrar a eles que “existe muita coisa legal acontecendo offline”.

A íntegra dessa edição do podcast “Sua Saúde” está disponível aqui: https://open.spotify.com/episode/5CUQIhFhPZIRac7l1HeZIE.

A médica reforçou, ainda, que é importante que os pais estejam atentos à recomendação de tempo de tela de acordo com a faixa etária. Segundo ela, crianças menores de dois anos não devem ser expostas ao uso do celular porque não estão preparadas para o mundo virtual. “É uma fase em que é importante que as crianças interajam com objetos reais”, destacou.

Entre dois e cinco anos de idade, a recomendação é de, no máximo, uma hora de tela por dia. Dos seis aos dez anos, duas horas; e acima dos 10 anos de idade, três horas ao dia.

O podcast Sua Saúde foi criado pelo CRM-SC para disseminar informação de qualidade sobre saúde. Os episódios já gravados incluem conversas com especialistas sobre vacinas, saúde do sono, dores nas costas, uso de anabolizantes, entre outros.

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios