Geral

Unochapecó firma nova parceria internacional

Não é novidade que a Unochapecó está sempre avançando, se adaptando e reinventando para oferecer um ensino de qualidade. Durante a pandemia, isso não parou. Mesmo com todas as mudanças dos últimos meses, a Instituição continua se dedicando à internacionalização. O mais recente resultado deste esforço foi confirmado no mês de julho, quando a Assessoria de Relações Nacionais e Internacionais da Unochapecó (Arni) firmou uma parceria com a Cooperativa de Ensino Superior Egas Moniz, de Portugal. Agora, são 37 convênios vigentes em 12 países diferentes.

Localizada na cidade de Almada, a instituição é especializada na área da saúde e é referência na odontologia do país. Assim como a Uno, a Egas Moniz possui diversos projetos em sua comunidade local. Na prestação de cuidados de saúde, por exemplo, destacam-se a Clínica Dentária do campus, as Clínicas Universitárias Egas Moniz Almada e Setúbal, e a Residência Sénior Egas Moniz/Sesimbra.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Com a parceria, foram contemplados os cursos de Odontologia, Farmácia, Nutrição, Enfermagem, Fisioterapia e Psicologia da Uno. Agora, docentes e acadêmicos podem participar de pesquisas e projetos científicos conjuntos, e têm mais uma possibilidade para a realização do intercâmbio. Algo que, além de valorizar o currículo, promove uma nova visão de mundo. “O choque cultural fará com que preconceitos sejam quebrados e novas habilidades sejam desenvolvidas, tornando o indivíduo mais flexível para atuar no mercado de trabalho”, explica a analista da Arni, Liana Sonza dos Santos.

Ela salienta que essa oportunidade também pode abrir portas para o futuro acadêmico e profissional dos participantes. “Através dos contatos que fazem durante seu período de estudo, podem realizar novos projetos no futuro. A troca de conhecimento enriquece a formação do estudante em sua vida acadêmica, pessoal e profissional”.

Por enquanto, por conta da pandemia, ainda não é possível realizar processos de mobilidade acadêmica. Porém, quando a situação se normalizar e critérios de segurança forem estabelecidos, os estudantes poderão se inscrever em editais disponibilizados semestralmente pela Arni. Para isso, é necessário cumprir todos os requisitos e ter integralizado ao menos 40% e no máximo 90% da matriz curricular. A duração do intercâmbios pode ser de um ou dois semestres. 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios