GeralSaúde

Unimed Chapecó lança projeto de saúde mental para colaboradores

Os transtornos psicológicos – caracterizados pela combinação de pensamentos, percepções, emoções e comportamentos anormais – são a terceira causa de afastamentos de trabalho. A incidência tem aumentado nos últimos anos por múltiplos fatores, a exemplo da pressão profissional, de situações familiares e de padrões impostos pela sociedade, que ocasiona o isolamento dos indivíduos que passam a evitar a interação social.

Para prestar um acolhimento nas situações de sofrimento psicológico com atuação preventiva na saúde e na segurança de seus profissionais, a Unimed Chapecó iniciou o Serviço de Acolhimento ao Colaborador. O projeto está alinhado à Competência Essencial Gestão e Promoção de Saúde e à Política de Gestão de Pessoas no que tange a qualidade de vida no trabalho e ficará sob responsabilidade da área de Gestão de Pessoas e da Saúde Ocupacional.

Conforme a psicóloga, Alice de Mattos, a proposta surgiu em função do número expressivo de atestados médicos de afastamento por doenças psicológicas. “Os registros, por exemplo, são de doenças orgânicas com causas psicológicas, de acidentes de trabalho e de questões psicológicas que impactam nas atividades cotidianas, e que podem ser prevenidas. Por isso, queremos incentivá-los a buscar ajuda profissional e desmistificar sobre preconceitos relacionados aos procedimentos nessa área, pois são questões técnicas que serão avaliadas e tratadas”, analisa.

Fatores genéticos, hereditários, ambientais e de desenvolvimento podem alterar a percepção de como a pessoa visualiza o mundo. “As emoções são acumuladas ao longo da vida e quando remetem as primeiras dificuldades ou vivências essenciais podem desencadear reações ou sintomas repetitivos, como dores de cabeça, de estômago, coluna e tensão muscular. A intenção desse serviço é acolher todos os colaboradores, independente de cargo ou setor, e mostrar que o sofrimento deles importa à cooperativa e que desejamos ajudar de alguma maneira”, enaltece a psicóloga Liciane Dalla Costa.

Para o lançamento do projeto foi realizada capacitação com os gestores e supervisores da cooperativa médica com o objetivo de sensibilizá-los sobre às diversas percepções e sentimentos. Essa sensibilização ocorreu nos dias 5, 6 e 11 de fevereiro quando foram trabalhados os aspectos de autorreconhecimento, pontos de estresse e finalizado com técnicas de relaxamento físico e mental. “Precisamos ampliar nosso olhar, pois quando o colaborador não está bem, não consegue ser tão produtivo. Para desenvolver essa visão é necessário sensibilizar, conhecer a realidade da equipe, compartilhar saberes e criar, transformar e cultivar”, enfatiza Liciane.

A próxima etapa, segundo a gestora do Gestão de Pessoas, Aline Fávero, está prevista para os dias 24, 25 e 26 de março, quando serão transmitidas técnicas para identificação de situações para encaminhamento a esse serviço. Os atendimentos do Serviço de Acolhimento serão direcionados à Saúde Ocupacional, com agendamento prévio, em horário comercial de segunda a sexta-feira. O colaborador receberá até três atendimentos na Saúde Ocupacional e, se necessário, será encaminhado para o atendimento em outros serviços.

O projeto foi elaborado conforme as diretrizes para acreditação internacional do Hospital da Unimed Chapecó, que prevê atividades voltadas ao bem-estar dos colaboradores. Interligado a essas iniciativas está o Inquérito Epidemiológico dos colaboradores, realizado em novembro de 2019, que revelou que 18,4% tem percepções de stress em seu cotidiano. (Fonte MB Comunicação/Unimed Chapecó).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/IqM6dk1CKP9BPRhRZlDv3E 

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios