Destaque

Tecnologia para inovar a cada dia

Proporcionar aos pacientes procedimentos de alta complexidade e minimamente invasivos é o que a Unimed Chapecó tem buscado a cada dia. No mês de janeiro de 2021, foi realizado na cooperativa médica pela primeira vez o procedimento de oclusão do apêndice atrial esquerdo. De acordo com um dos médicos responsáveis, o cardiologista e eletrofisiologista, Dr. Alexander Dal Forno, a oclusão é um tratamento alternativo para a fibrilação atrial, uma doença na qual a formação de coágulos no interior do coração pode gerar grandes complicações, como a isquemia cerebral.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

O procedimento é complexo e vem sendo feito no Brasil há alguns anos. Para sua realização, é necessário um laboratório de hemodinâmica e uma equipe treinada. O ineditismo do procedimento consiste também na prótese inserida por um pequeno corte na veia da virilha do paciente, que é utilizada para fechar o apêndice atrial esquerdo. Esta prótese impede que os coágulos formados alcancem a circulação da pessoa.

Participou do procedimento como orientador o médico cardiologista intervencionista Dr. Marcos Giuliano. De acordo com Dr. Giuliano, o tempo de cirurgia foi muito satisfatório. “Nós fizemos o procedimento em 50 minutos de pele a pele. Foi bastante simples, transcorreu como imaginávamos”, ressalta. Segundo o médico, a rotina para recuperação do paciente é que ele fique as primeiras 24 horas após a cirurgia na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com o uso de algumas medicações que ajudam na coagulação do sangue, e que no dia seguinte ele esteja no quarto. Em 48 horas, o paciente recebe alta e pode ir para casa.

O médico cardiologista intervencionista e cooperado da Unimed Chapecó, Dr. Julio Roberto Barbiero, um dos envolvidos no procedimento, explica que a cooperativa médica sempre buscou oferecer aos pacientes o que eles precisam para preservar a vida. “Aqui na Unimed Chapecó, investimos em tecnologia e em treinamento pessoal para dispor todas as alternativas possíveis aos nossos pacientes. Isso é fundamental para que possamos chegar nesse nível de complexidade. Fazer o básico bem feito e também avançar nessas questões mais complexas. Isso é o que nos motiva a cada vez ter mais vontade de inovar”, afirma. MB Comunicação

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios