DestaquePolítica

“Só faltava essa”, diz ministro do STF sobre Bolsonaro depor na CPI

Decano do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Marco Aurélio Mello disse ser contra a convocação de governadores e do presidente Jair Bolsonaro para depor na CPI da Covid-19 do Senado.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

“Quanto ao presidente da República, é algo que é impensável. Não há como convocar-se o presidente da República. Aliás, só faltava essa”, afirmou o ministro ao portal Metrópoles.

O requerimento para convocação de Bolsonaro foi apresentado na semana passada pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI da Covid-19, mas ainda não foi votado.

Governadores

Para o decano do STF, governadores também não podem ser convocados. “Os estados gozam de autonomia, e aí não se coaduna com a Federação a CPI convocar governador, quer como investigado ou testemunha”, disse.

O ministro lembrou que, em 2012, concedeu liminar nesse sentido em favor de Marconi Perillo para que o então governador de Goiás não fosse obrigado a depor na CPI do Cachoeira.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios