Geral

Sicredi distribui mais de R$ 7,6 milhões de resultado aos associados

A Sicredi Região da Produção RS/SC/MG creditará na conta de seus associados, nesta sexta (8), o valor referente à participação nos resultados do exercício 2019. No ano, a Sicredi alcançou 27% de crescimento em recursos administrados e distribuirá R$ 7,6 milhões para o seu quadro social.

O critério de distribuição do resultado foi decidido pelos associados e coordenadores de núcleo em Assembleia Geral Ordinária na última semana. Metade do valor será devolvido em conta corrente (R$ 3.823 milhões), enquanto a outra parte permanecerá em capital social (R$ 3.823 milhões).

A distribuição é proporcional as movimentações realizadas e soluções financeiras utilizadas pelo associado ao longo do ano.  “A distribuição do resultado reforça a transparência na gestão dos recursos e evidencia a participação de cada associado. Assim, o associado vê na prática que, quanto mais participa da Cooperativa, mais ganha – e não só nos resultados financeiros, mas nos diversos aspectos que uma cooperativa impacta na sociedade”, afirma o presidente, Saul Rovadoscki.

Além destes R$ 7,6 milhões, a cooperativa de crédito já distribuiu, em dezembro, mais R$ 4 milhões aos associados, por meio do pagamento de juros ao capital social (6%). Ao todo, R$ 12 milhões foram distribuídos no ano.

Para verificar os valores recebidos, os associados podem conferir o extrato de sua conta, por meio dos canais do Sicredi (aplicativo ou whatsapp 51 3358-4770).

Neste momento de dificuldades e incertezas causado pela pandemia, a Sicredi está injetando esse valor na comunidade, fomentando a economia local. Também está apoiando os hospitais e entidades de saúde considerados pólos regionais na região de atuação no RS, SC e MG, com a destinação do Fundo Social, no valor de R$ 431 mil. (MB Comunicação).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link: https://chat.whatsapp.com/IqM6dk1CKP9BPRhRZlDv3E

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios