GeralInternacional

Schwarzenegger compara invasão do Capitólio à violência nazista

Ex-governador da Califórnia, o Republicano Arnold Schwarzenegger, pediu união neste domingo (10), após o violento ataque ao Capitólio dos Estados Unidos da última semana, que o astro do cinema descreveu como uma tentativa de golpe do presidente Donald Trump e comparou à violência nazista.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Em um vídeo postado no Twitter que rapidamente viralizou, o astro de Hollywood comparou os acontecimentos da última quarta-feira à “Noite dos Cristais”, quando hordas de nazistas atacaram, entre outros atos de violência, as vitrines de lojas de judeus em 1938.

“Quarta-feira (6), foi a Noite dos Cristais aqui na América”, comparou Schwarzenegger, sentado atrás de uma mesa cercado pelas bandeiras dos Estados Unidos e da Califórnia. “O vidro quebrado era o das janelas do Capitólio”.

Na minha juventude, estive cercado de homens quebrados, que tentaram lavar a culpa por seu envolvimento no regime mais perverso da história com o álcool”, acrescentou Schwarzenegger, que nasceu na Áustria em 1947.

“Nunca compartilhei isso publicamente porque é uma memória dolorosa, mas meu pai voltava para casa bêbado uma ou duas vezes por semana e gritava conosco, batia em nós e assustava minha mãe”, admitiu.

O ator, conhecido por seus papéis nos filmes “O Exterminador do Futuro” e “Conan, o Bárbaro”, não disse explicitamente que seu pai era um nazista, mas lembrou: “Meu pai e nossos vizinhos também foram enganados com mentiras, e sei aonde essas mentiras levam”.

“O presidente Trump procurou reverter os resultados de uma eleição, uma eleição justa. Ele buscou um golpe enganando as pessoas com mentiras”, acusou o ex-governador, um republicano como o presidente.

“O presidente Trump é um líder fracassado. Ele entrará para a história como o pior presidente de todos os tempos. A boa notícia é que em breve ele será tão irrelevante quanto um velho tuíte”.

“Não importa qual seja sua filiação política, peço que se juntem a mim para dizer ao presidente eleito Biden: ‘Presidente eleito Biden, desejamos muito sucesso como presidente. Se tiver sucesso, nossa nação também terá”, completou.

“E aqueles que pensam que podem atropelar a Constituição dos Estados Unidos, saibam disso: vocês nunca vão vencer”, concluiu. Do G1
 
Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios