DestaqueSaúde

Saúde da Mulher: câncer no colo do útero

O câncer do colo do útero, também chamado de câncer cervical, é causado pela infecção por alguns tipos do Papilomavírus Humano (HPV). A infecção genital por esse vírus é muito frequente e não causa doença na maioria das vezes. Porém, em alguns casos, ocorrem alterações celulares que podem evoluir para o câncer.

A prevenção primária do câncer do colo do útero está relacionada à diminuição do risco de contágio pelo Papilomavírus Humano (HPV). Consequentemente, o uso de preservativos durante a relação sexual com penetração, protege parcialmente do contágio pelo HPV, que também pode ocorrer pelo contato com a pele da vulva, região perineal, perianal e bolsa escrotal.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Os HPVs são vírus capazes de infectar a pele ou as mucosas. Existem mais de 150 tipos diferentes de HPV, dos quais, 40 podem infectar a região genital e provocar cânceres, como de colo do útero, vulva, vagina, pênis, ânus e orofaringe, e outros podem causar verrugas genitais.

Vacinação

De acordo com a enfermeira do setor de Medicina Preventiva da Unimed Chapecó, Emanueli Carly Dall Agnol, os principais vírus são combatidos com duas doses da vacina de HPV. A vacina tetravalente contra o HPV, para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos, é mais eficaz se usada antes do início da vida sexual. Devem ser tomadas duas doses, com intervalo de seis meses. “Essa vacina protege contra os tipos 6, 11, 16 e 18 do HPV. Os dois primeiros causam verrugas genitais e os dois últimos são responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer do colo do útero”, explica.

A enfermeira destaca ainda que a vacinação e o exame preventivo (Papanicolaou), se complementam. Mesmo as mulheres vacinadas, quando alcançarem a idade preconizada (entre 25 e 64 anos de idade), devem realizar o exame preventivo, pois a vacina não protege contra todos os subtipos oncogênicos do HPV.

O que é o exame preventivo?

O exame preventivo do câncer do colo do útero (Papanicolau) é a principal estratégia para detectar lesões precursoras e fazer o diagnóstico precoce da doença. “O exame preventivo é indolor, simples e rápido. Pode, no máximo, causar um pequeno desconforto”, afirma Emanueli.  Para garantir um resultado correto, a mulher não deve ter relações sexuais (mesmo com camisinha) no dia anterior ao exame; evitar também o uso de duchas, medicamentos vaginais e anticoncepcionais locais nas 48 horas anteriores à realização do exame.

“É importante também que não esteja menstruada, porque a presença de sangue pode alterar o resultado. Mulheres grávidas também podem se submeter ao exame, sem prejuízo para sua saúde ou a do bebê”, complementa.

O tratamento para cada caso de câncer uterino, segundo Emanueli, deve ser avaliado e orientado por um médico. Entre os tratamentos para o câncer do colo do útero estão a cirurgia, a quimioterapia e a radioterapia. O tipo de tratamento dependerá do estágio de evolução da doença, tamanho do tumor e outros fatores.

Sintomas comuns do câncer uterino

O câncer de colo de útero é uma doença de desenvolvimento lento, que pode não apresentar sintomas em fase inicial. Quando apresenta, os mais comuns são:

– Sangramento vaginal intermitente após a relação sexual;
– Secreção vaginal anormal;
– Dor abdominal associada a queixas urinárias ou intestinais;

(Andressa Oliveira Recchia/Unimed Chapecó).

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios