Destaque

Sala do Empreendedor tem avaliação positiva do setor em Chapecó

Os chapecoenses conhecem os serviços prestados pela Sala do Empreendedor? Quem deseja empreender no município ou aprimorar seu negócio busca informações ou auxílio em que fontes? Como o empresário avalia a qualidade do atendimento e o nível de conhecimento dos servidores municipais ao repassarem as orientações? Esses são alguns questionamentos que integram a Pesquisa de Satisfação do Atendimento da Sala do Empreendedor de Chapecó realizada pelo Sebrae/SC e entregue nesta sexta (14) à Administração Municipal. O serviço de apoio ao setor empresarial faz parte do Programa Cidade Empreendedora, executado pelo Poder Público e pelo Sebrae/SC.

A pesquisa foi feita entre 8 a 26 de junho, por meio de entrevistas telefônicas com pessoas atendidas pela Sala do Empreendedor no município. No total foram 365 respostas válidas, que representam nível de confiança de 95% e erro amostral de 5%. A análise considera a transformação das respostas por uma escala Likert com cinco posições em nota de zero a dez para facilitar a leitura e a comparação entre os 11 municípios catarinenses da categoria Ultimate do Programa Cidade Empreendedora.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

A Sala do Empreendedor de Chapecó, situada no Centro de Cultura e Eventos Plinio Arlindo de Nes, é destaque pelo domínio do conhecimento dos servidores municipais que repassam orientações e esclarecimentos aos empresários locais. Com 9,83 de pontuação, o município conquistou a primeira colocação no ranking e supera a média estadual de 9,67 pontos. Neste quesito, outra referência é o aumento do índice, que em outubro de 2019 era de 9,56 de pontuação.

Outros destaques do serviço chapecoense são: avaliação positiva do espaço físico, com percepção de 8,48 pontos dos respondentes e acima da média do Estado que é de 8,03 (segunda colocação no ranking); a qualidade do atendimento prestado com avaliação de 9,93 de pontuação, também acima da média no comparativo com os demais municípios (9,89 pontos); e a satisfação do atendimento que obteve 9,48, mesma pontuação da média catarinense.

De acordo com o levantamento, 65,88% dos gestores empresariais ao se depararem com desafios em seus negócios ou com dúvidas sobre os procedimentos legais buscam como auxílio, primeiramente, a Sala do Empreendedor. Na sequência, figuram o Sebrae/SC com 26% e outros departamentos da Prefeitura com 7,77%. “Neste quesito observa-se a crescente consolidação da Sala do Empreendedor como referência do atendimento das demandas do setor empresarial. Conforme análise histórica, essa avaliação cresceu 7,73% no comparativo com outubro de 2019, além de ter indicadores do ano passado e o atual superiores à média estadual”, avalia o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Arthur Badalotti Smaniotto.

Percepção do empreendedorismo

O Poder Público de Chapecó também recebeu o resultado da Pesquisa de Imagem e Percepção do Empreendedorismo no município. O levantamento foi realizado no período de 7 de fevereiro a 12 de maio deste ano, por meio de entrevistas por telefone com trabalhadores locais. Com amostra de 400 respondentes válidos, os valores gerais de confiança são de 95% e erro amostral de 5%.

Os respondentes se declararam como: 47,75% possuem empresa; 40,75% têm filhos nas escolas e 10,75% empreenderam nos últimos seis meses, sendo que cada participante pode se classificar em um ou mais perfis.

O estudo analisa os seguintes aspectos: satisfação medida no apoio ao empreendedorismo; poder público como facilitador do empreendedorismo; facilidade para abrir negócio; acessibilidade das informações para abertura de empresa; percepção de incentivo ao empreendedorismo e percepção de mudança. (MB Comunicação).

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios