Polícia

Sacerdote bêbado sacrifica homem no lugar de cabra em ritual hindu

Um sacerdote bêbado foi preso acusado de matar um homem durante um sacrifício de animais que deu errado durante uma recente cerimônia religiosa na Índia.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp

O religioso, chamado Chalapathi, estava se preparando para cortar a cabeça de uma cabra como parte das celebrações de domingo do Sankrati, um tradicional festival hindu.

No entanto, relata-se que o sacerdote errou seu alvo e acidentalmente cortou a garganta de Suresh, de 35 anos, o homem que segurava a cabra. O local estava lotado.

O terrível caso ocorreu em Valasapalli, no distrito de Chittoor, em Andhra Pradesh, e foi relatado pela mídia local como um “trágico acidente”.

O sacrifício fez parte do festival de animais Kanuma, também conhecido como Pasuvula Panduga, informa a agência de notícias UNI.

Um grande grupo de moradores de aldeias vizinhas se reuniu para iniciar o ritual no domingo (16/1), que continuou até a meia-noite, de acordo com o “Times of India”.

A multidão caminhou até um templo dedicado à Deusa Yellamma (padroeira de Andhra Pradesh) nos arredores da vila para realizar o ritual de sacrifício de animais. Foi então que ocorreu o terrível e inesperado incidente, com o sacerdote bêbado encarregado de realizar o sacrifício sem atingir seu objetivo.

Profundamente ferido e sangrando profusamente (ele teria sido degolado), a vítima foi levada para o hospital público de Madanpelle, onde morreu mais tarde. Suresh era casado e tinha dois filhos.

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios