Blogs e ColunasPolítica

RETICÊNCIAS: Enganei-me!

Talvez, daqui a algum tempo, de todas as minhas afirmações nesse espaço, encontrarei algumas em que eu tenha mudado de opinião. Isso não é algo desprezível, pois, desde que não tenha compromisso com a vaidade, o ser humano é mutável. Tanto que o nome da minha coluna é reticências, uma vez que nenhuma verdade é absoluta e, após o término dessas linhas, o debate deve continuar, com direito ao contraponto propositivo e cordial. Sou a prova dessas mudanças na forma de pensar após analisar o contraditório, afinal, fui socialista, defensor de ditaduras como Cuba e fã de Che Guevara por mais de dez anos e hoje entendo que a liberdade é o único meio para a prosperidade social.

Digo isso porque essa semana percebi mais uma das minhas mudanças de pensamento. Há alguns anos me tornara fã de João Doria, ainda apresentador de TV e empresário do lobby. Após sua posse como prefeito de São Paulo, me encantei com sua forma objetiva de atrair parcerias e implantar uma gestão que visava desburocratizar o município, visando seu desenvolvimento. Em seguida torci pela sua eleição ao governo paulista e o via como um bom nome a presidência da República em 2022. Porém, por me permitir avaliar posições divergentes e fundamentadas, hoje entendo que João Doria não passa de um demagogo disposto a tudo, inclusive implodir o país e seu estado, para atingir seus objetivos pessoais. A grande prova desse comportamento maquiavélico (no sentido pejorativo da concepção) do governador paulista foi a ligação que ele fez para Paulo Guedes após a saída de Sérgio Moro do governo federal, sugerindo que o Ministro da Economia, um dos pilares de sustentação do país, abandonasse a gestão Bolsonaro, sob argumento de salvar sua biografia. Paulo Guedes categoricamente respondeu que a popularidade e os votos que elegeram o presidente sustentavam a manutenção do atual governo, dando por encerrado o assunto.

Independente de sua opinião sobre Bolsonaro, quero que você avalie a quem interessa implodir a Nação com uma possível saída, nesse momento, do Ministro da Economia que sabidamente é o homem que garante investimentos estrangeiros no país? Essa é a prova que para João Doria, mais importante que o desenvolvimento do Brasil é o seu interesse em ser presidente da República. Lamentável a postura deste cidadão que me deu mais uma prova que nossas posições podem ser mutáveis, desde que não fechemos os olhos para as cortinas que caem e desnudam os pseudo-heróis…

Eder Boaro é instrutor Master Mind e colunista político

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link: https://chat.whatsapp.com/J4WlEehakUP9cOsnsHJ4Ng

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios