DestaqueGeral

Projeto para controle de javalis na região chega a mais uma etapa

Representantes da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC), Sindicato Rural de Chapecó, Polícia Militar Ambiental (PMA), Cidasc, iCasa, Aurora Alimentos, Cooperalfa, Sindicarne, Epagri e Embrapa se reúnem nesta quinta-feira (26) em mais uma etapa do projeto para controle de javalis na região.

A reunião, que será realizada na sede da PMA, às 16h30, tem como objetivo a definição dos próximos passos do projeto. “Faremos algumas definições de como serão distribuídas as tarefas e como se darão os processos”, destaca o vice-presidente regional oeste da FAESC, Ricardo Lunardi.

Outra proposição do encontro é a apresentação do projeto aos veículos de imprensa, para que por meio da divulgação, o funcionamento do programa chegue também aos produtores rurais.

            PROJETO

O projeto para o controle populacional e prevenção de javalis na região de Chapecó foi lançado neste mês na comunidade de Rodeio do Herval, no distrito de Marechal Bormann, onde foi apresentado aos produtores daquela localidade.

A partir do registro de avistamento de animais ou de danos provocados por eles, as entidades farão um mapeamento da presença de javalis e javaporcos na região, estabelecendo também o contato entre os produtores e os controladores autorizados para a realização do abate dos animais.

As entidades percorrerão as comunidades da região para apresentar o projeto, que irá atender todos os municípios que fazem parte da área de atuação do Sindicato Rural: Chapecó, Caxambu do Sul, Cordilheira Alta, Coronel Freitas, Guatambu, Nova Itaberaba e Planalto Alegre. (Informações MB Comunicação).

 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios