Polícia

Preso suspeito de matar a mãe e a sobrinha de 10 meses com golpes de pá

Um homem de 19 anos foi preso em flagrante, suspeito de matar a mãe, de 75 anos, e a sobrinha, de 10 meses, com golpes de pá, nesta quarta (10), em Rio Grande (RS).

 

Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu por volta das 5h. O suspeito teria começado uma discussão com a mãe. A irmã dele saiu para buscar ajuda de vizinhos e quando retornou, encontrou a mãe morta e a filha ferida.

A bebê apresentava lesões e foi encaminhada pelo Samu ao Hospital Santa Casa. Apesar do atendimento médico, não resistiu e morreu.

“O rapaz prestou depoimento, mas não soube explicar o que aconteceu. Ele disse que não se lembra, não sabe dizer o porquê, o motivo”, afirma a delegada regional de Rio Grande, Lígia Furlanetto.

Segundo a Delegacia da Mulher, o jovem foi preso em outubro do ano passado por arrancar a orelha da companheira, que era menor de idade na época. Ela estava grávida. Ele ficou 51 dias preso.

Ele mordeu a orelha da companheira. Essa jovem, que era menor de idade, acabou reatando o relacionamento com ele. Ela não compareceu para fazer os exames complementares, que era necessário para que se pudesse ter mais provas. Ela também não foi depor. A mãe dela relatou, então, que ela não queria prejudicar o companheiro”, acrescenta a delegada.

Segundo o fórum de Rio Grande, na época, quando o jovem foi preso, ele foi encaminhado pelo Juizado a participar dos projetos “Ressignificando a violência contra a Mulher” e “Metendo a Colher – um olhar sobre o agressor”, realizados na Penitenciária Estadual de Rio Grande (PERG), visando ao tratamento de agressores de violência doméstica dentro da penitenciária.

A metodologia do trabalho é intervenção individual e em grupo nos casos de violência de gênero feminino, com enfoque na reeducação e ressocialização do agressor. Os projetos têm como perspectivas promover mudanças de atitudes e comportamento sobre a violência de gênero, e são direcionados à prevenção de novos episódios, redução e interrupção do ciclo de violência para coibir e diminuir a reincidência da violência familiar e doméstica.

Sobre a morte da mãe e da sobrinha, o jovem deve responder pelo crime de feminicídio e homicídio qualificado consumado. (Fonte G1 RS).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link: https://chat.whatsapp.com/J4WlEehakUP9cOsnsHJ4Ng

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios