DestaqueEconomia

Presidente do Sicom afirma que é hora do Estado retomar atividades do comércio

A flexibilização do processo de reabertura do comércio em geral, de forma compatível com o controle dos riscos do coronavírus, é defendida pelo Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom). Através de seu presidente em exercício, Ricardo Urbancic, essa proposição também foi encaminhada à Federação do Comércio de Santa Catarina, que é representada no grupo de trabalho formado pelo governo do Estado que se reúne diariamente para discutir o plano de convívio para o retorno das atividades econômicas.

 Para o presidente do Sicom, Santa Catarina vem se destacando nacionalmente nas medidas de controle, como é reconhecido pelo próprio Ministério da Saúde, e agora precisam ser minimizadas, a partir desta segunda-feira, 13 de abril, restrições que já vêm desde 18 de março. Urbancic argumenta que o comércio em geral é o setor mais afetado pelo fechamento e tem condições de proceder a reabertura de forma controlada para evitar aglomerações. Acrescenta que “é do maior interesse das empresas voltar ao atendimento, até para manter empregos e ter condições de pagar compromissos, como aqueles com fornecedores e os próprios tributos cobrados pelo poder público”.

O Plano Estratégico de Retomada das Atividades Econômicas, oficializado no dia 26 de março para que em 01 de abril voltasse o funcionamento de setores como o comércio em geral, hotéis e construção civil, é avaliado como um exemplo do que o governo catarinense poderia adotar a partir desta segunda-feira, com regras de prevenção e limitação do número de pessoas nos respectivos espaços. Dessa forma, era para o comércio ter sido reaberto no dia 01, depois em 8 de abril e agora o previsto é para o dia 13, constantes prorrogações com as quais o Sindicato do Comércio não concorda.

Empresas e consumidores

O presidente do Sicom afirma que a reabertura não exclui a manutenção dos cuidados preventivos ao coronavírus em nenhum local. Ricardo Urbancic avalia que precisam ser adotados compromissos, tanto por parte das empresas como dos consumidores: “Estamos em uma pandemia que não distingue pessoas e pode atingir tanto os clientes como os funcionários, dirigentes ou proprietários das empresas”, enfatiza do dirigente do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó. (Fonte Extra Comunica).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/LghOsEwYAqyI6U64hKIOjs

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios