Presidente da Chape diz que pedirá cancelamento da partida final

FOTO: Reprodução/Redes Sociais

Depois da grande polêmica na cobrança de penalidades, na final do Catarinense, o presidente da Chapecoense diz que entrará com pedido de cancelamento da partida deste domingo, que sagrou campeão o Avaí, mesmo com dois lances polêmicos: o gol de empate, aonde o jogador avaiano está em posição de impedimento e a quarta cobrança de pênaltis da Chape, quando a bola nitidamente entrou e o VAR não validou o gol, dando o título para o time da Capital.

“Péssima arbitragem, descompromissados com a verdade, com aquilo que se deve fazer, principalmente numa final. O Avaí poderia ter sido campeão com dignidade. Não vamos nos calar com a tamanha vergonha que ocorreu aqui, pediremos a suspensão desta partida, embora já sabemos qual deverá ser a decisão”,  lamenta Plínio De Nes Filho, o Maninho, presidente da Chapecoense.

VEJA