Destaque

Portal unificado de legislação municipal será implantado em SC

Em 2020, o cidadão catarinense deverá contar com um portal unificado onde acessará com mais facilidade e confiança as informações legais dos órgãos reguladores, poderes executivos e legislativos dos municípios de Santa Catarina. A assinatura do termo de cooperação entre onze instituições aconteceu neste mês de dezembro, capitaneadas pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), para a implantação do Programa Transparência Legal.

A Federação Catarinense de Municípios (FECAM) e o Consórcio de Informática na Gestão Pública Municipal (CIGA) têm papel fundamental nesse processo, que é o de integrar os municípios à ação e disponibilizar a ferramenta desenvolvida pelo Consórcio e já consolidada pelo CIGA – o Diário Oficial dos Municípios de Santa Catarina (DOM/SC).

Em dezembro deste ano o CIGA comemorou três mil edições e cerca de 2,2 milhões de atos municipais no DOM – leis, portarias, contratos, licitações, decretos, editais – em seus 11 anos de prestação de serviço. O DOM/SC é a ferramenta mantida pelo CIGA, portal específico para publicações sobre atos públicos de instituições municipais de Santa Catarina. No Programa Transparência Legal, o DOM/SC será integrado em uma plataforma própria, sem custos adicionais, que reunirá as demais informações oficiais que as instituições parceiras venham a fornecer, além de acervos históricos das legislações dos municípios anteriores a implantação do Diário.

“Quem ganha é o cidadão. Os prefeitos e demais gestores públicos serão parceiros. Um trabalho desenvolvido coletivamente e que atenderá a Lei da Transparência, garantindo informações confiáveis e de fácil acesso dos cidadãos”, destacou o presidente da FECAM, prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, que assinou o termo de cooperação na presença do procurador-geral de Justiça MP/SC, Fernando Comin, e do procurador de Justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional do Controle de Constitucionalidade (CECCON), Davi do Espírito Santo. O ato de assinatura entre todas as entidades foi na quinta-feira (19), na sede do Ministério Público Estadual. Para o presidente do MPSC, Fernando Comin, “o programa é uma grande contribuição para o controle social, transparência e para que todo cidadão possa ter uma base confiável na consulta das leis municipais”.

O presidente do CIGA, prefeito de São Martinho, Robson Back, explicou o quanto o DOM/SC será importante base do Programa, lembrando dos resultados que o Consórcio obteve desde a sua implantação. “Modernizamos a comunicação de mural que as prefeituras e poderes faziam. Não é mais preciso ir presencialmente até as instituições solicitar informações”, explicou Back. O presidente do CIGA reforçou a proposta de comunicar as ações em novos tempos, com agilidade, redução de custos e transparência. “Criamos a ferramenta que permite clicar e obter acesso aos atos oficiais das prefeituras, câmaras de vereadores, fundações e autarquias”, complementou. Agora, além de estar disponível aos consorciados do CIGA, ela será disponibilizada de forma gratuita ao Programa Transparência Legal.

Além de prestação de serviço inteligente, o Diário Oficial dos Municípios de Santa Catarina trata de sustentabilidade. Atualmente, o DOM/SC é o canal de comunicação oficial de 613 organizações públicas, utilizado por 262 municípios catarinenses. O CIGA calcula que, com a utilização do Diário a economia de papel gerada em um mês equivale a duas voltas na terra.

A partir de janeiro, segundo o MP, será constituído um grupo de trabalho com representantes das entidades para determinar as etapas a serem cumpridas. O processo de implantação, coordenação e manutenção do Programa Transparência Legal caberá ao Ministério Público de Santa Catarina. A nova ferramenta não substituirá as demais ações em transparência desenvolvidas pelos órgãos públicos. Além do Ministério Público, FECAM e CIGA, o termo de cooperação para o Programa Transparência Legal foi assinado pela Controladoria-Geral do Estado de Santa Catarina (CGE-SC), Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC), Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina (TJ-SC), Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE-SC), Ministério Público de Contas do Estado de Santa Catarina (MPC-SC), Ordem dos Advogados do Brasil Santa Catarina (OAB-SC), União de Vereadores de Santa Catarina (UVESC), Observatório Social do Brasil em Santa Catarina (OSB/SC).

O acesso ao conteúdo do DOM/SC pode ser realizado gratuitamente pelo link diariomunicipal.sc.gov.br, não é necessário se identificar para ter acesso ao conteúdo.

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios