Destaque

Polícia conclui investigação de ossada encontrada no interior de Chapecó

A Polícia Civil de Chapecó, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC), conclui a investigação relacionada à localização de uma ossada humana, encontrada em agosto de 2019, no Bairro São Pedro B, interior de Chapecó (SC).

Inicialmente, no dia 7 de agosto de 2019, um cidadão, morador da localidade, encontrou um crânio dentro do terreno de sua residência, possivelmente levado ao local pela ação de cachorros. Nos dias 8 e 9 daquele mês, após a continuidade das buscas, mais ossos foram encontrados, completando-se o esqueleto humano, além de peças de roupas anteriormente usadas pelo cadáver, já deterioradas.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Conforme apontou o laudo pericial, elaborado pelo Instituto Médico Legal, trata-se de ossada de um homem adulto, de idade média de 48 anos de idade (intervalo etário provável: 38 a 58 anos), com histórico médico de fratura ante-mortem da tíbia esquerda (“canela”) e nariz. Diante das circunstâncias, não foi possível precisar a causa e a data da morte.

Buscando primeiramente identificar a vítima, de onde partiria a investigação, os policiais da DIC realizaram pesquisas em banco de dados à procura de pessoas desaparecidas na região, que até aquele momento não teriam reaparecido. Em contanto com os respectivos familiares, a grande maioria já havia retornado aos seus lares, sendo que, no tocante aos que ainda estavam desaparecidos, não foi constatado indicativo de possível ligação com a ossada. Em outra localidade, pessoas foram submetidas à comparação genética, sendo o resultado improcedente.

Além do mais, realizou-se trabalho em conjunto com outras forças de Segurança Pública, notadamente para a obtenção de informações que levassem à identidade da ossada.

Realizadas todas as diligências possíveis e, ainda assim, não descoberta a identidade da vítima, o correspondente Inquérito Policial foi concluído pela DIC e encaminhado ao Poder Judiciário, para ciência do Ministério Público.

Ressalta-se que, em caso de novas informações, a investigação poderá ser reaberta.

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios