Polícia

Polícia Civil prende autor de homicídio

A Polícia Civil de Princesa (SC) com o apoio de Policiais da Delegacia de São José do Cedro cumpriu nesta terça (13), mandado de prisão expedido em desfavor do autor do homicídio praticado na cidade de Princesa, no último domingo (11), quando ceifou a vida de J. de L. 28 anos.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Na segunda (12), por volta das 11h, foi localizado na Linha Progresso, o corpo de J. de L. A vítima estava no interior da residência e apresentava diversos ferimentos provocados por arma de branca (faca).

No local, a Polícia Civil e Perícia localizaram a faca, possivelmente utilizada para o cometimento do crime, bem como nas imediações também foi localizado um veículo abandonado. Vale ressaltar que no interior do veículo havia diversos documentos em nome do autor de 42 anos.

Diante disso, foram colhidas imagens do sistema de monitoramento do local dos fatos, bem como efetuadas incessantes diligências visando elucidar a autoria do gravíssimo crime e, imediatamente, foi instaurado o Inquérito Policial e iniciadas as inquirições de testemunhas.

Apurou-se que a vítima, no dia 11/04/2021 (domingo), esteve em um bar na comunidade da Linha Padre Réus, onde estava junto com outras pessoas, sendo uma delas o suspeito do crime. Também se verificou que a vítima saiu do local de carona com o autor do homicídio em um veículo Fiat/Stilo, ocasião em que se deslocaram até a residência da vítima, informações essas corroboradas pelo sistema de monitoramento do local.

Desse modo, consubstanciado nos depoimentos de testemunhas e diligencias investigativas efetuadas, constatou-se que o autor do crime foi realmente o autor preso na data de hoje.

Com as provas colhidas, a Autoridade Policial representou pela prisão do autor, a qual foi prontamente analisada pelo Ministério Público e Poder Judiciário, sendo deferida.

Não obstante, o Advogado do autor procurou a Polícia Civil dia 13/04/21, informando que iria apresentar o autor. Dessa feita, após a apresentação, o autor foi interrogado sobre os fatos, ocasião em que também foi dado cumprimento ao mandado de prisão.

Ao ser interrogado o autor deu sua versão acerca dos fatos asseverando que ambos tinham ingerido bebida alcoólica e deu carona para vítima. Informou, ainda, que na casa da vítima teve uma discussão em razão do pagamento do valor da corrida. Alegou, ainda, que a vítima estava armada com facas no momento em que entraram em vias de fato e, posteriormente, se apossou de uma faca e golpeou a vítima por diversas vezes, culminando na morte de J de L.

Por derradeiro, vale mencionar que outras diligências serão efetuadas e outras pessoas inquiridas sobre os fatos, devendo o Inquérito Policial ser concluído em 30 dias. Frisamos que ainda que para o crime homicídio qualificado há previsão de pena de doze a trinta anos de prisão.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios