Polícia

Polícia Civil conclui investigação sobre tentativa de feminicídio

A Polícia Civil concluiu nesta terça (1°), o Inquérito Policial instaurado para apurar as circunstâncias da tentativa de feminicídio praticada no último dia 18 de novembro de 2020 na cidade de São Miguel do Oeste (SC), em que o investigado alvejou sua companheira, uma mulher com 32 anos, na região do tórax, com uma arma de fogo.

Após uma série de diligências investigativas, desde oitiva de testemunhas, análise dos laudos periciais e análise de dados, foi possível esclarecer tanto a motivação como as circunstâncias em que o fato aconteceu, inclusive que esta não foi a primeira vez que o suspeito praticou violência contra a vítima.
Como resultado da investigação policial, que contou com o apoio do Instituto Geral de Perícias de São Miguel do Oeste, o investigado foi indiciado pela prática dos crimes de feminicídio tentado e posse irregular de arma de fogo cujas penas, somadas, podem alcançar até 23 anos de prisão.

A vítima já não corre risco de vida e se encontra em recuperação dos ferimentos causados pela arma de fogo e também da intervenção cirúrgica a que precisou ser submetida em razão do fato. O autor continua preso na Unidade Prisional Avançada, naquela cidade.

Dados indicam que pouco mais de 10% das mulheres vítimas de feminicídio em Santa Catarina em 2020 havia feito registros contra seus agressores, o que sinaliza que a busca por algum tipo de ajuda pode minimizar os riscos a que estão sujeitas as vítimas de violência doméstica.

O agressor conta com o silêncio da vítima. Não se cale.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios