Polícia

Polícia Civil conclui inquérito relacionados a crimes de furto

A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Iraceminha, concluiu, nesta segunda (19), Inquérito Policial que apurava diversos crimes de furto, ocorridos na zona rural do município de Iraceminha, Extremo-Oeste catarinense.

Ao todo foram indiciadas 4 pessoas envolvidas com os crimes de furto e receptação.

Os dois principais suspeitos, responsáveis por diversos delitos contra o patrimônio, em municípios da região Oeste, encontram-se presos preventivamente.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Entenda o caso

Nos meses de maio e junho de 2020, propriedades rurais, localizadas na zona rural de Iraceminha, foram alvo de um grupo criminoso que, na ausência dos proprietários, realizava subtração de objetos diversos e até animais existentes.

Em um dos delitos, praticado na noite de 25/06/2020, além de objetos, foram subtraídas 4 novilhas holandesas. Os animais furtados foram localizados em uma propriedade rural, no município de Maravilha, sendo restituídos à vítima. O proprietário do local foi indiciado pelo crime de receptação de animal (art. 180-A, do CP).

Após diversos trabalhos investigativos, a Polícia Civil conseguiu identificar os 03 (três) indivíduos suspeitos pelos furtos. Atualmente dois investigados já se encontram presos.

O Inquérito Policial, contendo as provas do caso, foi encaminhado ao Poder Judiciário para análise.

“Colabore com a Polícia Civil. Denuncie. Disque 181 ou WhatsApp (49) 98802-9917. Não é necessária a identificação”.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios