Geral

Poder Judiciário de Santa Catarina designa novos juízes para comarcas

O Poder Judiciário de Santa Catarina ganhou reforços para a prestação de serviços à comunidade. Foram designados juízes substitutos para as comarcas. Após aprovação em concurso e aprendizado na Academia Judicial, do PJSC, substituir por dois anos é a etapa anterior à promoção para juízes titulares.

O Oeste recebeu seis juízes substitutos. A comarca de Chapecó conta com quatro: um já em atuação e outros três recém-chegados. Augusto Cesar Becker, está lotado em Chapecó, mas iniciará sua atuação na comarca de Xanxerê; Lucas Faber de Almeida Rosa e Mariana Helena Cassol que até então estava na comarca de Xanxerê. Édipo Costabeber já atuava como substituto na comarca.

Chapecó também recebe a juíza titular Lizandra Pinto de Souza, vinda de Xanxerê, para responder pela 2ª Vara da Fazenda Pública. A 2ª Vara da Família, Idoso, Órfãos e Sucessões da comarca está sem magistrado titular. Porém, o PJSC está com concurso em andamento e o nome deve ser definido no início de agosto.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região pelo WhatsApp!

Os juízes substitutos designados foram aprovados no concurso realizado em 2019. Esses magistrados não possuem unidade fixa, atuam tanto na cooperação a juízes titulares para ajudar em eventual sobrecarga de trabalho, por exemplo, quanto substituindo os magistrados quando estes por algum motivo se afastam, como férias ou mesmo licença para tratamento de saúde ou maternidade.

Pelo Oeste

A comarca de Concórdia recebeu o juiz substituto Claudio Rego Pantoja. Xanxerê então conta com juiz substituto Augusto Cesar Becker (lotado em Chapecó) e com a juíza substituta Rayana Falcão Pereira Furtado. A comarca de São Miguel do Oeste recebeu o juiz substituto Carlos Henrique Gutz Leite de Castro.​ (Elizandra Gomes/NCI/Oeste/TJSC). 

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios