Polícia

PC descobre plantação de maconha em Guatambu

A Divisão de Investigação Criminal – DIC de Chapecó descobriu na manhā deste domingo (31), uma plantação de maconha localizada no interior de uma área florestal entre Guatambu e Chapecó, após investigações decorrentes de informações oriundas da DPMU (Polícia Civil) de Guatambu.

O cultivo das plantas ilícitas estava sendo realizado em meio à mata, em área de reserva florestal, que foi parcialmente desmatada para abrir espaço para a instalação de uma estufa improvisada. Quase 40 de maconha foram extraídos do local, a maioria em estágio inicial de cultivo.

Dois homens foram presos no local e assumiram estar cultivando as plantas ilícitas há quase dois meses. O mais velho tem 23 anos de idade e o mais novo 18 anos de idade. Nenhum dos dois tem antecedentes criminais.

Constatou-se que os masculinos chegavam até o local em meio à mata fechada com a utilização de motocicletas e caminhada de alguns minutos por trilhas abertas com facões.

No momento da abordagem policial, inclusive, os indivíduos estavam se preparando para fazer um churrasco em meio à floresta e acenderiam o fogo com  gasolina, o que poderia colocar toda a área florestal em risco de incêndio.

A Polícia também foi até a residência de um dos rapazes, aonde encontraram mais 10 pés de maconha sendo cultivados em uma estufa caseira, com diversos apetrechos para o cultivo, como iluminação especial e revestimento metálico.

Os homens foram conduzidos em flagrante pela prática de tráfico de drogas na forma de cultivo de plantas que constituem matéria prima para a preparação de drogas ilícitas, bem como pelo crime ambiental contra a fauna consistente em desmatar área de preservação ambiental.

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link: https://chat.whatsapp.com/J4WlEehakUP9cOsnsHJ4Ng

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios