Polícia

OPERAÇÃO MALOTE: Autores de roubo são condenados

Após minucioso trabalho de investigação da Polícia Civil, os executores do roubo foram indiciados pelo Delegado de Polícia e presos pela DIC, sendo que a investigação foi recebido pelo Ministério Público, à época, e foi oferecida denúncia que resultou na condenação dos responsáveis, ao final do processo.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Relembre o caso: em abril deste ano, após o roubo a um supermercado da região central de São Miguel do Oeste, a Polícia Civil, por meio da DIC Fron SMO, realizou trabalho investigativo em que resultou na prisão e indiciamento de três pessoas envolvidas no roubo, sendo duas delas as executoras do crime.

Após intenso trabalho de investigação, os policiais civis da DIC lograram produzir vasto material probatório e demonstraram que os dois principais suspeitos estavam na cena do crime e foram os responsáveis pelo roubo. Além disso, também foi indiciado outro homem que tentava conturbar a instrução do Inquérito.

A investigação foi acatada pelo Ministério Público e os criminosos foram denunciados. Agora, ao final do processo criminal, os dois executores do roubo foram condenados a mais de 16 anos de prisão, cada um. Além daquele terceiro que também foi condenado a 3 anos de prisão.

A Polícia Civil, que tem natureza judiciária e atribuição para investigar, destaca a importância do trabalho de investigação e a responsabilidade no tratamento deste tipo de caso.

Casos graves como este, demonstram a pronta resposta da Polícia Civil, com a devida responsabilização dos criminosos, que continuam presos preventivamente.

Polícia Civil: você pode não ver, mas estamos sempre presentes.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios