DestaqueInternacional

OMS: animal que causou pandemia da covid-19 ainda é desconhecido

Os especialistas chineses e da Organização Mundial da Saúde (OMS) que investigaram em Wuhan (centro de China) a origem da covid-19 anunciaram, nesta terça (9) que não identificaram a espécie animal que pode ter sido responsável por transferir o vírus aos seres humanos.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

A transmissão de um animal é provável, mas “não se identificou ainda”, disse o chefe do grupo de cientistas chineses, Liang Wannian, em entrevista coletiva.

Peter Ben Embarek, um especialista em vírus da OMS, também disse em uma coletiva de imprensa que o trabalho para identificar as origens do coronavírus aponta para uma reserva natural em morcegos, mas é improvável que eles estivessem em Wuhan, cidade da região central da China onde o surto foi descoberto em 2019.

A equipe também anunciou que não há evidências suficientes para determinar que a covid-19 estava se disseminando no centro de Wuhan, na China, antes de dezembro de 2019.

“Não há indicação da transmissão do Sars-Cov-2 na população do período anterior a dezembro de 2019”, disse Liang Wannian, chefe da equipe da China, em entrevista coletiva, acrescentando que “não há evidências suficientes” para determinar se o vírus já havia se espalhado na cidade antes disso.

Vírus não veio de laboratório

A teoria de que o vírus da covid-19 foi gerado em um laboratório na cidade chinesa de Wuhan (centro) e saiu para o exterior por um erro é “extremamente improvável”, declararam os especialistas.

“A hipótese de um acidente em um laboratório é extremamente improvável para explicar a introdução do vírus no homem”, declarou Peter Ben Embarek.

“Na verdade, não faz parte das hipóteses que sugerimos para estudos futuros”, acrescentou, minimizando uma declaração do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, que acusou o Instituto de Virologia de Wuhan de ter deixado o vírus escapar, de forma consciente ou não.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios