Destaque

Novos setores da Polícia Civil de apoio ao agronegócio são apresentados a Cooperalfa e Aurora

Nesta semana, o diretor de Polícia da Fronteira, Delegado Fernando Callfass, esteve reunido na sede da Cooperativa Agroindustrial Alfa, em Chapecó, com o Presidente Romeo Bet e também na sede da Cooperativa Central Aurora Alimentos, com o Presidente Neivor Canton.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp

O Delegado Fernando Callfass fez uma explanação aos presidentes sobre como irão funcionar os novos setores da Polícia Civil de Santa Catarina direcionados a investigação policial dos crimes contra o agronegócio.

DELEGADO Callfass e o presidente da Cooperalfa, Romeo Bet

A Polícia Civil de Santa Catarina vai inaugurar o Centro de Apoio Operacional Estadual de Combate aos Crimes Contra o Agronegócio (Caoagro), o Núcleo de Inteligência do Agronegócio (Nintagro) e a Delegacia de Polícia Virtual de Repressão aos Crimes Contra o Agronegócio (Deleagro), todos com suas estruturas físicas instaladas junto a sede da Diretoria de Polícia da Fronteira (Difron) em Chapecó.

Os atos oficiais do Governo do Estado e da Delegacia Geral da Polícia Civil para ativação e inauguração das novas estruturas estão previstos para ocorrer no dia no dia 2 de fevereiro próximo, durante a abertura oficial da 23º Itaipu Rural Show, no Município de Pinhalzinho.

Durante os encontros também foram debatidas questões afetas as políticas públicas de segurança para o setor do agronegócio catarinense.

POLÍCIA CIVIL E O AGRONEGÓCIO, JUNTOS!

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios