Polícia

Mulher é perseguida e tem envelope com R$ 9,5 mil furtado em Chapecó

Uma mulher teve um envelope com R$ 9,5 furtado de seu carro no último dia 20. O caso foi registrado no Centro de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. Segundo a Polícia Civil, os bandidos usaram um bloqueador de sinal para bloquear o travamento das portas de um carro e furtar a vítima.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp

A vítima, uma mulher cuja idade não foi revelada, teria sido escolhida de forma aleatória e sido perseguida pelos furtadores. Ao estacionar o carro, dois homens teriam passado com o veículo deles, um Fiat/Palio, próximo ao da vítima e utilizado o bloqueador.

A mulher não percebeu nada e, após acionar o controle do alarme, imaginou que o carro estava trancado e saiu do local. Naquele momento, um deles entrou no carro da vítima, abriu a pasta, retirou o envelope e caminhou em direção ao Fiat/Palio, onde o segundo envolvido estava.

Cerca de 20 minutos depois, a vítima retornou ao local, percebeu que havia sido furtada e acionou a polícia.

Dinheiro é recuperado

Desde o dia em que o crime foi cometido, a DRF/Fron (Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos e Furtos) tentava abordar o carro da dupla envolvida. Na tarde desta quarta (27) o veículo foi localizado e abordado.

Dentro do carro estavam três homens e um bloqueador de sinal. Os suspeitos prestaram esclarecimentos na delegacia. Dois deles confessaram o furto e um deles disse que não sabia de nada.

Os suspeitos relataram aos policiais que depositaram o valor furtado na conta de uma terceira pessoa. O dinheiro seria usado na compra de um veículo em Manaus, no Amazonas.

Ainda nesta quarta, os suspeitos recuperaram o dinheiro e transferiram para a conta da vítima. O carro foi apreendido e nos próximos dias o inquérito policial será concluído e enviado ao Poder Judiciário. Do ND+ Chapecó

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios