DestaqueEsportes

Morre aos 90 anos o ex-piloto Stirling Moss

Tido com um dos grandes nomes da Fórmula 1 mesmo sem ter levantado a taça de campeão, Sir Stirling Moss morreu nas primeiras horas deste domingo de Páscoa aos 90 anos. Segundo a esposa do ex-piloto, Susie Moss, a morte foi em paz na sua casa de Londres.

Ele morreu como viveu, parecendo fantástico. Ele estava cansado e simplesmente fechou os olhos e foi isso – afirmou a esposa ao “Daily Mail”.

O inglês, que completou 90 anos de em setembro do ano passado, foi um dos maiores pilotos de todos os tempos que jamais tiveram o gosto de conquistar o título na principal categoria do automobilismo mundial.

Moss conquistou quatro vice-campeonatos consecutivos, em 1955, 1956, 1957 e 1958, além de outros três terceiros lugares nos Mundiais de 1959, 1960 e 1961. Até 1991, Stirling foi o britânico com o maior número de vitórias na Fórmula 1, com 16 vitórias em apenas 66 largadas, um alto aproveitamento de 24%.

Em 2013, a Mercedes produziu um encontro de gerações entre Moss e o hexacampeão Lewis Hamilton, no circuito de Silverstone.

Em 2015, a escuderia alemã reeditou o encontro, mas dessa vez em Monza, quando ambos guiaram carros da marca nas curvas históricas do antigo traçado italiano.

O último registro do ex-piloto com um carro de Fórmula 1 se deu em Goodwood, em 2016. Depois, com o aparecimento de problemas de saúde em 2018, o inglês finalmente tirou o pé das aparições públicas.

Indicado ao Hall da Fama do automobilismo mundial, Moss, ou melhor, Sir Stirling Moss, já que ele recebeu a honraria de Cavaleiro do Império Britânico, vivia reservadamente na Inglaterra. (Fonte GloboEsporte.com).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/LghOsEwYAqyI6U64hKIOjs

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios