MICHELLE PERUZZO: Como voltar a se amar depois de separar as escovas de dentes?

Pensei muito em como começar esse assunto… porque nos dias atuais, está cada vez mais comum esse tipo de situação… as pessoas se amam, prometem viver juntas, felizes para sempre, e depois separam… não quero banalizar esse tema… separação sempre será um assunto difícil… independente do tempo juntos, ou se casaram ou não no papel, na igreja, enfim… aí você conhece A pessoa… aquela pessoa… e se apaixona perdidamente por ela… logo, estão fazendo mil planos, e você não se imagina mais sem aquela pessoa… pensa nela o tempo todo, muda toda a sua rotina para que se encaixe na dela…
e aí vocês finalmente se casam (ou vão morar juntos… o que não deixa de ser um casamento tb) .. e tudo é perfeito… e os primeiros anos são de descobertas, de desafios (porque dividir uma casa é bem diferente de dividir a vida)…até que vem os filhos…
 e aí tudo muda de vez… as prioridades mudam… os desejos mudam… o tempo um com o outro muda… tudo é diferente… a vida do nosso companheiro se mantém praticamente a mesma… mas a nossa da uma reviravolta gigantesca … abrimos mão das nossas saídas, da nossa vaidade (principalmente nos primeiros meses) , das nossas noites bem dormidas, da nossa academia, enfim… do nosso companheiro… tudo em prol do novo ser pequenino que aterrissou em nossas vidas… e de repente , as coisas mudaram tanto entre o casal, que os motivos pelos quais eles ficaram juntos, se perdem com o afastamento diário… e cada dia as afinidades vão diminuindo… a distância entre eles aumentando… a solidão enraizando… e aí, chega o momento fatídico: eles se separam… podem até se gostar ainda… mas a sobrecarga dos dias vazios é tamanha que estar junto perde o significado… e aí, nós, mulheres, temos que lidar com varias situações … somos mães , separadas , na busca pela sua própria identidade… independente dos motivos que nos levaram a decisão de romper o trato, nos deparamos com a insegurança, o medo de não conseguir refazer nossas vidas, de não encontrar alguém que valha a pena , que nos faça novamente sentir que somos especiais… mas quer saber?
A gente luta tanto pra ser quem a gente é… pra romper com os preconceitos e pré -jugamentos … pra nos sentirmos importantes novamente … pra mostrar pra gente mesma que, pra sermos amadas, precisamos primeiramente nos amar … incondicionalmente … precisamos , pelo menos uma vez, nos colocar em primeiro lugar … e precisamos superar nossos fracassos, nossas tristezas, nossas angústias e nossos medos.. somos livres … e como tal, precisamos fazer escolhas – que nos tornem melhores, que nos façam bem, que nos permitam viver uma vida feliz, apesar de nossas imperfeições e frustrações…… somos guerreiras e como tal, não podemos esmorecer … e quando percebemos que nossa força está dentro da gente, ganhamos o mundo… porque o mundo respeita os corajosos… os sonhadores… aqueles que apesar das dores, continuam com um sorriso no rosto e com o coração carregado de levezas e gentilezas… que apesar do medo sabem que a estrada é longa e que seu caminho está só começando… temos muito chão pela frente … temos muito o que descobrir ainda… e só depende da gente querer ou não ser feliz… com todos os riscos e alegrias que essa busca nos traz…deixando o passado onde deve estar, não esquecendo das lições que ele nos trouxe, mas mirando no presente , que nos é uma dádiva .. e que nos permite sonhar e recomeçar… quantas e quantas vezes forem necessárias…porque a gente pode tudo nessa vida, só não pode ser infeliz…
Michelle Peruzzo - Fisioterapeuta, Reiki Master, Thetahealing, Access Facelift