Polícia

Mecânico vestido de mulher tenta fazer prova do Detran no lugar da mãe e é preso

Um mecânico de 43 anos foi preso ao se vestir de mulher e tentar fazer uma prova prática do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) no lugar da mãe. O crime de falsidade ideológica aconteceu na terça-feira (10) no distrito de Nova Mutum Paraná, a 106 quilômetros de Porto Velho. O suspeito, Heitor Márcio Schiave, usava saia longa e estava maquiado no momento da prisão.

O G1 ligou para a autoelétrica de Heitor, mas as ligações não foram atendidas. A reportagem também tenta contato com a defesa do suspeito e ainda não obteve retorno.

De acordo com a Polícia Militar (PM), uma servidora da comissão examinadora do Detran desconfiou que o homem que fazia a prova não era a mesma pessoa do documento de identidade apresentado aos avaliadores.

O mecânico já estava dentro do carro fazendo a prova de baliza quando outro servidor da autarquia chamou a PM para abordar o suspeito.

Ao chegarem no local da prova do Detran, os policiais constataram que o homem tentava se passar pela mãe e deram voz de prisão a ele.

O suspeito, então, disse aos policiais que a mãe estava no distrito de Triunfo, em Candeias do Jamari (RO), e não sabia da tentativa dele de se passar por ela no exame de direção. O mecânico foi levado à Central de Polícia em Porto Velho.

Segundo a Polícia Civil, Heitor teve o flagrante confirmado e permaneceu preso por ter sido enquadrado nos crimes de estelionato tentado e falsidade ideológica.

Segundo o poder judiciário do estado, o suspeito deve passar por uma audiência de custódia nesta quarta (11). (Fonte G1 Rondônia). 

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/IqM6dk1CKP9BPRhRZlDv3E 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios