Polícia

Maior apreensão de drogas em Ponte Serrada resulta em 58 anos de prisão para acusados

Cerca de 68,3 quilos de maconha (70 tabletes), 1.333 comprimidos de ecstasy e 30 frascos de medicamento falsificado para contraste em exames de imagem, além de R$ 208 em dinheiro, seis aparelhos celulares e dois rádios comunicadores. Essa foi a carga transportada por quatro homens condenados pela Vara Única da comarca de Ponte Serrada, no Oeste catarinense.

Somadas, as penas chegam a 58 anos, 11 meses e 11 dias. O motorista do carro onde foram encontradas as drogas e o medicamento recebeu a maior condenação: 20 anos, 11 meses e 26 dias. Os quatro também pagarão multas, somadas, no valor de R$ 109.900,80. Eles respondem pelos crimes de tráfico de drogas; falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais; e adulteração de sinal identificador em veículo automotor.

A sentença proferida pelo juiz Luciano Fernandes da Silva determinou ainda a perda dos dois rádios comunicadores para uso da Polícia Civil da comarca. O delegado Vinicius Brandão destacou a importância dos equipamentos para o trabalho da polícia. “Essa foi a maior apreensão de drogas já feita na nossa comarca. Os rádios comunicadores vão auxiliar muito no nosso trabalho”, considerou Brandão.

A prisão dos quatro homens, dois deles irmãos, ocorreu em um posto de combustíveis às margens da BR 282, em Vargeão. Foi por volta das 12h do dia 18 de abril de 2018. A Polícia Rodoviária Federal chegou ao grupo a partir de informações recebidas de que um carro com placas do Paraná transportava grande quantidade de drogas na região.

O carro onde estavam as drogas e o medicamento havia sido furtado e teve o lacre das placas rompido para troca da identificação. Nesse veículo estavam dois dos acusados. Outro carro era utilizado por outros dois homens na função de batedor para o veículo principal.​ (Elizandra Gomes/NCI Oeste/TJSC).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link: https://chat.whatsapp.com/J4WlEehakUP9cOsnsHJ4Ng

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios